PUBLICIDADE
Topo

Televisão

"Com o politicamente correto, as pessoas têm medo de tudo", diz Ceará

No Multishow, Wellington Muniz faz imitações que fizeram sucesso no "Pânico"  - Reprodução/Multishow
No Multishow, Wellington Muniz faz imitações que fizeram sucesso no "Pânico" Imagem: Reprodução/Multishow

Jonathan Pereira

Colaboração para o UOL

12/12/2018 08h15

Wellington Muniz, o Ceará, falou sobre humor e família no "Lady Night" de terça-feira (11). O humorista acredita que o que fazia no "Pânico" não teria espaço na televisão atualmente, por conta de como a sociedade encara as piadas hoje.

"Com o politicamente correto, as pessoas estão com medo de tudo, dar opinião, contar piada. Aquele humor que a gente fazia veio do rádio, era para chamar a atenção quando ficou a lacuna do 'Casseta & Planeta'. Hoje em dia não pode fazer aquele humor, com a patrulha do politicamente correto", avalia.

Quem o vê imitando Silvio Santos, Clodovil, Maria Bethânia e outros famosos não imagina que haja timidez ali. "Sou introspectivo, repeti a quinta série duas vezes porque tinha vergonha de falar com as outras crianças". O que não o impediria de atuar em novelas, por exemplo. "Quero fazer coisas fora da minha zona de conforto, tenho dificuldade de chorar".

O sucesso nas redes sociais de Valentina, sua filha com Mirella Santos, também foi assunto. "Ela tem quase três milhões de seguidores. Não sei se ela vai querer ser artista, mas acho que alguma coisa com a comunicação ela vai fazer", aposta.

Televisão