PUBLICIDADE
Topo

Famosos

Chay Suede relembra "Ídolos" e fala sobre mudanças no visual

Chay Suede - Reprodução/Instagram
Chay Suede Imagem: Reprodução/Instagram

Rodrigo Soares

Colaboração para o UOL

14/12/2018 10h02

O ator Chay Suede relembrou seus tempos de calouro do programa "Ídolos" em uma entrevista para a youtuber Foquinha. No papo, ele revelou que seu pai sempre acreditou no talento dele.

"Meu pai sempre foi um dos grandes incentivadores da minha carreira. Antes de pensar em ser artista, ele já acreditava. Na época do 'Ídolos', quando tinha uns 10 integrantes [nas fases finais], ele começou a correr por fora e me divulgar", lembrou.

Na conversa, o galã global foi convidado a fazer escolhas sobre questões que a dona do canal colocou. Entre elas, se preferia "The Voice" ou "Ídolos". "'Ídolos, né?', elegeu, garantindo que não participaria de um reality show de confinamento tipo "BBB". "Minha nem deixa", brincou.

Depois, falou se prefere Ivete Sangalo ou Claudia Leitte. "Ivetão, né? Minha vida é dela", elogiou.

Sobre suas opções profissionais, afirmou que se tivesse que optar entre fazer para sempre vilões ou personagens bons, ficaria com os malvados. "Mocinho é muito difícil de fazer", explicou ele, de férias da TV após o fim de "Segundo Sol" e em cartaz nos cinemas com o filme "Rasga Coração".

Questionado sobre suas mudanças no visual, ele falou que gosta de variar e qual visual escolheria em definitivo. "Eu gosto de ficar com cabelo grande, mas no calor me desespera. E eu enjoo rápido de cabelo raspado. Mas pra sempre eu acho que cabeludo, barbão e magrinho", disse.
 
Ainda no papo, ele lembrou sobre as brigas políticas que aconteceram em 2018 e defendeu que o artista deve se sentir à vontade para se posicionar ou não. "Não acho que tem. Se quiser, se posiciona. Se não quiser, não se posiciona. Eu me posicionei e pra mim foi importante. Senti vontade", defendeu, entregando que em sua família rolam "tretinhas" pelo assunto.

Famosos