PUBLICIDADE
Topo

Famosos

"Hoje não dá mais para fazer personagem sem camisa", diz Marcos Pasquim

Marcos Pasquim no quadro de Matheus Mazzafera no "Vídeo Show" - Reprodução/Globo
Marcos Pasquim no quadro de Matheus Mazzafera no "Vídeo Show" Imagem: Reprodução/Globo

Jonathan Pereira

Colaboração para o UOL

17/12/2018 15h15

Marcos Pasquim contou como lida com o passar do tempo no "Video Show" de segunda-feira (17). Aos 49 anos, o ator disse a Matheus Mazzafera como cuida do corpo e que não se incomoda com o envelhecer. 

"Lido bem com a idade. A gente vai ficando um pouco mais cansado, não tenho mais saco para algumas coisas, saio menos, fico mais caseiro. A idade me acalmou, fiquei menos agitado", analisa.

Quem pensa que ele passa horas na academia, engana-se. "Eu me cuido desde os 16 anos. Vou pra academia, procuro dormir bem, dormir direito. O corpo é resultado disso. Sabe quanto tempo eu malho? Vinte minutos, e faço spinning 45 minutos, isso três vezes por semana", explica. 

O rótulo de "descamisado" por conta das novelas "Uga Uga" (2000), "Kubanacan" (2003), da minissérie "O Quinto dos Infernos" (2002) e do seriado "Guerra e Paz" (2008), todas de Carlos Lombardi, não incomoda, garante. "Na realidade isso fez parte de uma período da minha carreira. Não fiz mais personagem sem camisa, hoje em dia não dá mais. Mas na época eu tinha um corpo legal para mostrar, não só eu, como todo mundo".

Pasquim também contou o segredo para não ficar careca. "Fiz transplante no cabelo, duas vezes. Não dá para ver, ficou muito bom". Em 2019, ele quer fazer coisas além da TV. "Todo ano tenho projeto de voltar com teatro, estou sempre procurando peça".

Famosos