PUBLICIDADE
Topo

Famosos

Carla Vilhena é advertida pela Uber e protesta contra app na web

Carla Vilhena foi advertida pela Uber  - Manuela Scarpa/Photo Rio News
Carla Vilhena foi advertida pela Uber Imagem: Manuela Scarpa/Photo Rio News

Gilvan Marques

Do UOL, em São Paulo

25/12/2018 15h28

Ex-apresentadora da Globo, Carla Vilhena disse ter sido advertida pela Uber, nesta terça-feira (25), e protestou publicamente contra o aplicativo de serviços de transporte.

"Fui advertida pela Uber por ter feito alguns cancelamentos, principalmente naqueles casos em que o tempo de chegada ficava aumentando pelo [fato do] motorista estar terminando uma viagem", disse a jornalista no Twitter. "Acabo de chamar o Uber no RJ e 3 (!) cancelaram a viagem comigo. Eles serão advertidos também?", perguntou em seguida.

Ao observar a reclamação pública, o perfil oficial do aplicativo agiu imediatamente. "Carla, por favor, nos informe seu e-mail e telefone com o DDD cadastrados na plataforma de forma privada, pois assim podemos verificar junto ao suporte o que aconteceu", escreveu a Uber, seis minutos depois.

Nascida no Rio de Janeiro, Carla Vilhena teve passagens por emissoras como TV Manchete e TV Bandeirantes (onde conheceu o seu ex-marido, Chico Pinheiro).

A jornalista foi contratada pela Globo em 1997, como repórter do extinto "São Paulo Já". Na emissora passou ainda pelo "Jornal Hoje", "Bom Dia São Paulo", "SPTV" e chegou à bancada do "Jornal Nacional". Desde 2013, atuava como repórter especial do "Fantástico" e como apresentadora substituta do "JN" aos sábados. 

A jornalista pediu demissão da Globo em janeiro de 2018, após mais de 20 anos de serviços prestados à emissora.

Errata: o texto foi atualizado
O texto afirmava que Carla Vilhena passou 16 anos trabalhando na Globo, mas na verdade ela dedicou mais de 20 anos à emissora. O texto já foi corrigido.

Famosos