Topo

Televisão


Após vestirem azul e rosa, Lo Prete e Pontual negam indireta para ministra

Reprodução/TV Globo
Renata Lo Prete e Jorge Pontual negam indireta para ministra Damares Alves Imagem: Reprodução/TV Globo

Gilvan Marques

Do UOL, em São Paulo

05/01/2019 18h05

Após usarem azul e rosa durante o "Jornal da Globo", nesta sexta-feira (4), Renata Lo Prete e Jorge Pontual negaram qualquer indireta à fala da ministra Damares Alves, da nova pasta da Mulher, Família e Direitos Humanos.

Em um vídeo, Damares Alves afirmou que o "Brasil vive uma nova era" e que "menina veste rosa e menino, azul".

No telejornal da Globo, Lo Prete usou um vestido azul e o correspondente Jorge Pontual, ao vivo de Nova York, apareceu usando um terno rosa.

O episódio, claro, não passou despercebido pelas redes sociais devido à polêmica envolvendo a ministra. Até mesmo José Bonifácio Brasil de Oliveira, o Boninho, diretor de "Big Brother Brasil", percebeu a "coincidência" e compartilhou uma foto em seu perfil nas redes sociais.

No Twitter, Renata Lo Prete foi questionada por um seguidor sobre o uso das cores. "Por que você está usando azul?", quis saber. Foi aí que a jornalista se manifestou. "Na real? Porque [o vestido] estava à mão. Zero relação com o que alguns sugeriram", respondeu.

Jorge Pontual, que já havia utilizado o mesmo terno rosa mais cedo, durante participação no "Em Pauta", da Globo News, explicou a origem de quando começou a história do "rosa para menina e azul para menino" e se pronunciou.

"Eu, por exemplo, estou de cor de rosa porque gosto de usar a cor e já usei esse mesmo terno muitas vezes ao longo dos anos. Não tem nada a ver com essa história", reagiu.