Topo

Famosos


Caio Junqueira apresenta sinais de melhora após passar por nova cirurgia

Divulgação
Caio Junqueira trabalhou no filme "Tropa de Elite" Imagem: Divulgação

Ana Cora Lima

Do UOL, no Rio

2019-01-22T13:00:42

22/01/2019 13h00

O ator Caio Junqueira, vítima de um grave acidente no Aterro do Flamengo na última quarta-feira (16), vem surpreendendo a equipe médica nos últimos dois dias. Apesar de o último boletim médico divulgado pela assessoria do Hospital Miguel Couto informar que o estado do paciente permanece grave, nesta terça-feira (22), a febre baixou e os drenos dos pulmões foram retirados.

"Ele teve uma melhora significativa nas últimas 24 horas. O estado febril não existe mais e os drenos dos pulmões foram retirados. O Caio continua em estado grave por causa do politraumatismo sofrido no acidente, mas a boa notícia é que os órgãos internos foram todos preservados", contou ao UOL Rodrigo Rocha, amigo da família Junqueira.

Rodrigo confirmou que o ator foi operado no dia anterior. Ele passou por desbridamento - retirada de ferimentos de todo o corpo - e uma cirurgia na mão direita.

"Caio tem sido muito bem atendido e isso aconteceu desde os primeiros socorros ainda no local do acidente. As equipes médicas dos Bombeiros e do próprio hospital o salvaram porque o trauma foi muito grande", explicou ele, acrescentando que o ator já tinha operado as fraturas expostas no pulso e antebraço e no fêmur.

Os trabalhos mais recentes de Caio Junqueira foram nas séries "O Mecanismo", da Netflix, "Um Contra Todos", da Fox Brasil, e "Conselho Tutelar", co-produzida pela Record e Visom Digital, e, desde sua segunda temporada, exibida pela Universal TV. No cinema, o ator ficou conhecido como Neto, um policial do Batalhão de Operações Especiais (Bope), em "Tropa de Elite 1".

Na TV aberta,o irmão do também ator Jonas Torres, o Bacana de "Armação Ilimitada", fez as novelas "Milagres de Jesus" (2014), "José do Egito" (2013) e "Ribeirão do Tempo (2010), todas na Record. Na Globo, atuou em "Desejo Proibido" (2008) e "Paraíso Tropical" (2007), entre outras.