PUBLICIDADE
Topo

Especial BBB19

"Foi um golpe arquitetado", diz Vanderson, do "BBB19", sobre acusações

Reprodução/Instagram
Imagem: Reprodução/Instagram

Felipe Pinheiro

Do UOL, em São Paulo

27/01/2019 08h57

Desclassificado do "BBB19" após ser intimado a depor, Vanderson Brito classificou como "um golpe" as acusações que o tiraram do reality show da TV Globo. O coordenador educacional indígena e biólogo foi acusado de importunação sexual, estupro e violência doméstica.

"Triste demais. Fui criado por quatro mulheres, 90% das minhas grandes amigas são mulheres e mais, algumas das pessoas que me acusaram sequer se relacionaram comigo. Foi um golpe muito bem arquitetado, mas não me vencerá porque tenho vocês comigo", disse ele em suas redes sociais. 

O acreano prestou depoimento na última quinta-feira (24) na Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam) do Acre. A delegada Juliana de Angelis Carvalho, que interrogou o ex-BBB, informou ao UOL que o caso de estupro foi arquivado. 

Em conversa com fãs nesta madrugada, Vanderson foi questionado se "alguém quis se aproveitar" por ele ter entrado no reality show. "Infelizmente sim, mas não vou acusar ninguém. Isso não cabe a mim, só essas pessoas sabem as causas delas. Me resta desejar muita luz e paz", afirmou. 

O biólogo afirmou estar feliz por poder "mostrar a verdade" e disse como reagiu ao anúncio de sua desclassificação: "Fiquei pasmo, mas minha única preocupação foi com minha mãe, familiares, amigos e todas as pessoas que vem me dando carinho".

Inquéritos seguem em andamento

Após deixar os Estúdios Globo, onde fica a casa do "BBB", Vanderson Brito voltou para sua terra natal, onde se apresentou na delegacia. Com exceção do caso de estupro, que foi arquivado, os demais inquéritos policiais seguem em andamento.

A delegada informou que a investigação sobre importunação sexual será encaminhada ao juizado especial criminal. Sobre o processo de estupro, Angelis de Carvalho disse que "em tese, o fato iniciou-se como consensual, mas seguida pela realização de algumas práticas que a mulher não quis". 

No início de janeiro, na semana anterior à estreia do "BBB", Maíra Menezes, que foi namorada de Vanderson, acusou o participante de agressão física e psicológica. O fato teria ocorrido 10 anos atrás. 

O advogado de Vanderson, Roberto Almeida, informou que Maíra não é uma das três mulheres que fizeram os boletins contra o biólogo. Ele reconhece, entretanto, que a acusação dela feita em uma rede social pode ter motivado os depoimentos posteriores de supostas vítimas.

Especial BBB19