Topo

Novelas


"Parei nos anos 90! Não tenho nem WhatsApp", diz Alexandre Borges

DIvulgação/TV Globo
Em "Verão 90", Alexandre Borges vai interpretar Quinzão, um bon vivant na noite carioca Imagem: DIvulgação/TV Globo

Ana Cora Lima

Do UOL, no Rio

2019-01-29T04:00:00

29/01/2019 04h00

Quando recebeu o convite para fazer parte do elenco da novela "Verão 90", que estreia nesta terça-feira (29), Alexandre Borges não pensou duas vezes em aceitar o chamado do diretor Jorge Fernando. Comemorando 25 anos de TV Globo, o ator assume ser uma pessoa nostálgica, principalmente com relação à década em que será ambientada a trama.

"Eu vivi intensamente esse período. Tive muitos fatos importantes na minha vida como o casamento com a Julia [Lemmertz] e também consegui dar um 'start' na carreira, com as coisas acontecendo no teatro, no cinema e na própria televisão. Fui muito feliz ", lembra Borges, que diz sentir saudades de um das formas mais singelas de contato entre os fãs e os artistas.

"Eu sinto falta das cartinhas e elas não existem mais. Esse contato direto entre o fã e artista era bacana, rolava emoção. Hoje, tudo é mais moderno, mais tecnológico e para mim tem que ser uma coisa mais simples", conta o ator, que afirma ser pouco afeito às tecnologias atuais.

"Parei nos anos 90! Não tenho WhatsApp nem redes sociais e mesmo achando incrível toda essa tecnologia, sou um ator e um ator vive do concreto, do real, do olho no olho, do momento. Sou homem de mais olho no olho".

Divulgação/TV Globo
Quinzão (Alexandre Borges) e Mercedes (Totia Meireles) formam um casal rico e cheio de problemas na nova trama das 19h Imagem: Divulgação/TV Globo

Perto de completar 53 anos, no dia 23 de fevereiro, Alexandre Borges diz que não atravessa nenhuma crise sobre a idade. Pelo contrário. "Estou adorando os meus 50. Ver meu filho fazendo faculdade de jornalismo, ter o privilégio de ter meu pais vivos, poder trabalhar", enumera. 

Na trama de Isabel de Oliveira e Paula Amaral, ele interpreta Quinzão, um rico empresário dono de uma boate, uma revista e um hotel. Casado com Mercedes (Totia Meireles), ostenta uma boa vida na alta sociedade carioca, mas é um "fanfarrão e mulherengo", como descreve o perfil do personagem.

"Eles formam um casal da noite. São donos de uma revista, uma boate, um hotel e eles meio que representam essa alegria, essa descontração e esse entretenimento da época. No meio deles, circulam muitas pessoas bonitas e o Quinzão é um cara que não tem muito pudor de achar uma mulher bonita, conhecer melhor e ter um papo", define o ator.  

"Acho que a gente vai enxergar um pouco de uma maneira bem humorada os limites de ser um homem nos anos 90 e um homem de 2019".

Sem querer entrar em polêmicas, o ator explica como vê as diferenças entre as duas épocas para os homens na hora da paquera.

"[As duas épocas] têm seus códigos e limites. Independente de qualquer década, sempre existiu para as pessoas o mínimo de bom senso e o respeito. Você sabia até onde você poderia ir de acordo com a sua educação. Acredito que nos dias de hoje as coisas estão mais definidas para todo mundo".

Divulgação/TV Globo
Quinzão (Alexandre Borges ) é o patriarca da família Ferreira Lima, formada por Mercedes (Totia Meireles), Quinzinho (Caio Paduan) e Gisela (Débora Nascimento) Imagem: Divulgação/TV Globo