PUBLICIDADE
Topo

Famosos

Nego do Borel visita reduto gay e ganha cartilha contra homofobia

Nego do Borel visita casa que acolhe trans em SP e ganha manual da comunidade LGBT do ativista Agripino Magalhães - Divulgação
Nego do Borel visita casa que acolhe trans em SP e ganha manual da comunidade LGBT do ativista Agripino Magalhães Imagem: Divulgação

Gisele alquas

01/02/2019 19h47

Após a polêmica com Luisa Marilac, Nego do Borel visitou nesta sexta-feira (1) ruas do Largo do Arouche, no Centro de São Paulo, onde se concentra a maior parte dos transexuais e travestis da capital paulista. 

O funkeiro também conheceu a Casa Florescer, que acolhe mulheres transexuais e travestis em situação de vulnerabilidade, que fica no bairro do Bom Retiro. O ativista da comunidade LGBTI+ Agripino Magalhães, acompanhou Nego do Borel e contou que o funkeiro se mostrou disposto a se redimir dos erros. 

"Percorremos ruas e bares. Ele foi bem recebido pelas trans, que se identificaram com o Nego por ele ter vindo da favela. Ele me disse que se arrependeu muito de causar toda aquela polêmica e lhe presenteei com o manual da comunicação de LGBTI+, que fala sobre a diversidade sexual e de gênero e propõe combater discursos de ódio", contou Agripino ao UOL.  

A Casa Florescer atende 30 mulheres entre trans e travestis que sofreram com a rejeição das familias, falta de oportunidades e preconceito. Nego, que ficou no local por uns 40 minutos, ouviu as histórias das moradoras e se emocionou, segundo Agripino. 

"Ele chorou em alguns momentos. Me disse que se arrependeu muito de ter comentado aquilo para a Luisa Marilac e aprendeu que comentários como aquele podem custar uma vida. Ele também prometeu nos ajudar com campanhas", dafirmou o ativista. 

Entenda o caso

A polêmica com Nego do Borel começou após o cantor chamar de "homem bonito" a travesti Luisa Marilac, conhecida pelo bordão "E teve boatos de que eu estava na pior". Luisa, que havia elogiado o cantor, ficou surpresa com a reação. "Onde você está vendo um homem aqui? De coração, gosto muito do seu trabalho, acho você um homem lindo. Seu comentário me deixou passada".

Com a repercussão negativa, Nego fez diversos vídeos falando sobre o assunto e pedindo perdão para Marilac e a quem se sentiu ofendido. 
Vários artistas cancelaram suas participações na gravação do novo DVD do cantor, como Luísa Sonza e Ludmilla. Nego disse que entendeu a recusa das cantoras. 

A polêmica chegou até Anitta, que foi duramente criticada por chamar Nego do Borel no palco no ensaio do Bloco das Poderosas. Depois de se defender e criticar as atitudes de Nego, a amizade entre os dois ficou abalada. Marilac avisou em seu canal no Youtube que não descarta processar Nego do Borel por suas declarações. 

Famosos