PUBLICIDADE
Topo

Televisão

Aos 87, Palmirinha chora ao lembrar de 1º namorado: "Foi ao meu casamento"

Palmirinha Onofre chora ao falar do primeiro namorado no programa "Mulheres" - Reprodução/TV Gazeta
Palmirinha Onofre chora ao falar do primeiro namorado no programa "Mulheres" Imagem: Reprodução/TV Gazeta

Paulo Pacheco

Do UOL, em São Paulo

04/02/2019 15h31

De volta à Gazeta, onde trabalhou durante 13 anos e teve uma saída conturbada, Palmirinha Onofre chorou ao vivo no "Mulheres" ao falar de seu primeiro namorado, Oswaldo. A culinarista de 87 anos se emocionou quando contou a última vez que o viu, no dia do casamento dela com outro homem, Carlos Onofre.

"Quando fui casar, ele estava lá no fundo da igreja. Eu entrei no altar com o meu irmão, porque meu pai já tinha morrido, e ele estava bem lá atrás, igual em novela. Ele estava de braços cruzados e eu vi a lágrima...", disse Palmirinha, sem conseguir concluir a frase.

A culinarista foi consolada pela apresentadora Regina Volpato e pelo jornalista Fernando Oliveira, o Fefito. Palmirinha também elogiou o primeiro marido, em que viveu um relacionamento abusivo.

$escape.getH()uolbr_geraModulos('embed-foto','https://webmasters.uol.com.br/v3/gera-modulos/export/preview/photo-embed/2019/palmirinha-onofre-se-emociona-no-mulheres-1549302042174.htm')"Fui muito feliz no meu casamento, porque o meu marido me deu três filhas maravilhosas, que são a minha vida, minha luta toda. Mas eu me lembro até hoje. Ai, desculpa", prosseguiu ela, pedindo perdão por chorar no programa.

Ao som de "Meu Primeiro Amor", música do casal sertanejo Cascatinha & Inhana, Regina Volpato e Fefito insistiram no assunto e perguntaram o que ela pensou que o ex-namorado iria fazer no casamento.

"Eu achei que ele ia parar o casamento, mas estava de braços cruzados e só fez assim [fechando os olhos]. Depois, nunca mais o vi. Quando minha mãe morreu, fui até Bauru para o enterro e também o vi. Eu estava dentro do carro da minha sobrinha e ele estava em uma sapataria. Quando dei a volta na rua, ele já não estava mais lá", lamentou.

Televisão