Topo

TV e Famosos


"Jornal Nacional" exibe entrevista de Datena com Bolsonaro sobre Boechat

Reprodução/Band
Datena chorou ao noticiar a morte de Boechat e conversou com Jair Bolsonaro Imagem: Reprodução/Band

Do UOL, no Rio

2019-02-11T20:54:44

11/02/2019 20h54

A morte de Ricardo Boechat foi um dos destaques da edição do Jornal Nacional, da TV Globo, na noite desta segunda-feira (11). Alguns trechos da entrevista que o presidente Jair Bolsonaro deu a José Luiz Datena sobre o falecimento de um dos apresentadores e âncora da Bandeirantes acabou sendo exibida no principal telejornal diário da emissora.

Internado há 15 dias no hospital Albert Einstein, em São Paulo, onde se recupera de uma cirurgia para reconstrução do trânsito intestinal, o presidente Jair Bolsonaro conversou com Datena e contou que ele e o jornalista eram amigos "há mais de 30 anos".

"Era uma amizade jornalística. Passamos muitos momentos juntos, por vezes, sendo obviamente contrariado por ele. Na maioria das vezes, sendo elogiado simplesmente... falando algo que interessava a nação de forma bastante isento", disse o presidente na entrevista que durou um pouco mais de três minutos. A Globo exibiu boa parte da entrevista em trechos. 

Bolsonaro também revelou que o apelido "Jacaré" foi dado por ele a Boechat e que se inspirou no animal para brincar com o jornalista que "gostava de falar e vivia de boca aberta no bom sentido". 

No final da edição do "Jornal Nacional", os apresentadores Rodrigo Bocardi e Renata Vasconcellos homenagearam Boechat. "Ele foi um dos mais talentosos jornalistas do País e muitos de nós, que convivemos com ele no anos em que ele trabalhou aqui, na Globo, e mesmo depois em coberturas no Brasil afora. Foi um colega extraordinário que deixa muitos amigos. Todos nós, seus companheiros, estamos consternados. Queremos deixar a família, o nosso carinho e a nossa solidariedade".

Assim que foi confirmada a morte de Boechat, vítima de acidente de helicóptero. Datena deu a notícia durante o programa "Os Donos da Bola", apresentado por Neto, que também estava visivelmente emocionado ao chamar o colega. "Meu amigo, que saudade de você. Quantos anos eu te anunciando como o melhor âncora da TV Brasileira e você não esta aqui", lamentou o apresentador do "Brasil Urgente", que deixou o palco em silêncio e muito emocionado. 

Mais TV e Famosos