PUBLICIDADE
Topo

Especial BBB19

"Eu pedi pra Deus tirar isso de mim", conta Gabriela sobre sexualidade

Gabriela fala de sua sexualidade - Reprodução/GloboPlay
Gabriela fala de sua sexualidade Imagem: Reprodução/GloboPlay

Jéssica Díez Corrêa

Colaboração para o UOL, em São Paulo

15/02/2019 19h51

Na tarde de hoje, em papo com Rodrigo, Gabriela relembrou o momento de sua adolescência em que percebeu ser homossexual. A paulista contou que procurou auxílio na religião, pois achava que estava errada em sentir o que sentia.

"Quando eu percebi que eu gostava de meninas, eu comecei a ir na igreja, pedi pra Deus tirar isso de mim. Eu tinha uns 14, 13 anos. Rezava, rezava, rezava, pedia, pedia... Que estava errado, que minha mãe ia ficar chateada", começou a sister.

Gabi disse também que chegou a falar com um padre sobre o assunto: "Eu peguei e falei pra ele que tava errado, que eu tava sentindo coisas estranhas há muito tempo, que eu não queria sentir e queria dar exemplo pra minha mãe. Aí ele falou: 'Você acha que isso daí é seu maior erro?'. Eu falei: 'É'. Ele respondeu: 'Ninguém escolhe quem a gente vai gostar, em quem a gente vai sentir amor'. Ele falou que isso não está errado".

"Eu falei: 'Por que que não tá errado?'. E ele falou: 'Porque não tá errado, você tá se torturando à toa, tá se machucando à toa. Você não precisa, você é muito nova pra ficar sentindo tudo isso. É muita coisa pra você sentir sozinha. Tô feliz que você veio falar comigo, mas eu acho que você deveria falar com a sua mãe sobre isso'", disse a percussionista.

Gabriela explicou que o padre em questão era amigo de sua mãe. "Então você tinha abertura pra falar sobre isso?", questionou Rodrigo. "Tinha, porque ele era genial. Fazia churrasco e ele estava lá. Eu tinha abertura. Ele era descoladão", elogiou a sister.

Especial BBB19