PUBLICIDADE
Topo

Televisão

Bonner elogia estreia de Maju no "JN": "Segurança, tranquilidade e talento"

Marcela Ribeiro

Do UOL, no Rio

17/02/2019 08h00

William Bonner elogiou a estreia  a estreia de Maria Júlia Coutinho na bancada do "Jornal Nacional" ontem.

"Na foto copiada do insta do Rodrigo Bocardi, a dupla que registrou um marco histórico no Jornal Nacional. Na estreia na bancada, Maju Coutinho foi Maju. Segurança, tranquilidade e o talento de sempre", escreveu o âncora fixo do "JN" no Instagram.

"Obrigada", escreveu Maria Júlia na postagem de William Bonner.

Fernanda Gentil também comentou a estreia da Maju: "E num tempo em que a história é feita, todos os dias, diante dos nossos olhos, quem escreveu o capítulo de hoje foi ela. Obrigada Maju Coutinho por representar tanto. Voe, sempre, para onde quiser - dê voz a quem precisa falar, e principalmente ar a quem precisa respirar. Parabéns por fazer o seu tão bem feito; até prever o tempo foi pouco pra você", escreveu Gentil no Instagram.

Maria Júlia Coutinho estreou no "Jornal Nacional" com elogios ao vivo e uma inusitada previsão do tempo. Maju é a primeira jornalista negra a sentar na bancada do telejornal mais assistido do Brasil.

Durante a previsão do tempo, Rodrigo Bocardi improvisou e ensaiou ir até o telão para falar com Tiago Scheuer, substituto de Maju no quadro meteorológico. O apresentador, porém, cedeu seu lugar para que a estreante pudesse interagir com o colega.

Rodrigo Bocardi "cede" previsão do tempo para Maria Júlia Coutinho no "Jornal Nacional" - Reprodução/TV Globo - Reprodução/TV Globo
Rodrigo Bocardi "cede" previsão do tempo para Maria Júlia Coutinho no "Jornal Nacional"
Imagem: Reprodução/TV Globo
"Hora da previsão do tempo?", questionou Bocardi para Maju, que brincou: "Agora eu vou passar por uma situação superinusitada". O apresentador se levantou, mas ofereceu o espaço para a colega de bancada.

"Espera aí, vamos até São Paulo... mas pensando melhor, eu acho que não é justo, né? Você me dá a honra, o prazer de você seguir por esse caminho e buscar as informações da previsão do tempo?", perguntou. "Seguirei. Que inusitado!", disse Maju. "Até porque... isso é área de vocês!", complementou Bocardi.

Durante a previsão do tempo, Maju recebeu as primeiras boas-vindas da noite. Tiago Scheuer parabenizou a titular do quadro meteorológico e repassou os elogios da equipe pelo sucesso da apresentadora.

"Em primeiro lugar, bem-vinda, boa sorte! Ainda mais sucesso para você, que é uma pessoa iluminada, muito gente boa, todo mundo sabe disso, a gente adora ter você como colega. Boa sorte nesse novo desafio que começa para ti, viu? A gente está na torcida aqui", falou Scheuer. "Obrigada!", agradeceu Maju.

Maria Júlia Coutinho recebe elogios de Tiago Scheuer pela estreia na bancada do "Jornal Nacional" - Reprodução/TV Globo - Reprodução/TV Globo
Maria Júlia Coutinho recebe elogios de Tiago Scheuer pela estreia na bancada do "Jornal Nacional"
Imagem: Reprodução/TV Globo

Os elogios a Maju também vieram das redes sociais. A estreia da apresentadora foi o assunto mais comentado no Twitter. A maioria dos comentários celebrava a representatividade simbolizada pela primeira negra a sentar na bancada do "JN". A jornalista também virou meme e "interagiu" com ela própria durante a previsão do tempo.

Sorridente. Maria Júlia encerrou o telejornal com um rápido discurso ao público e a Bocardi: "Eu agradeço a sua parceria e vocês que estão de casa, a companhia. Boa noite a todos e até a próxima".

O colega de bancada retribuiu sem esconder a alegria de fazer parte da estreia de Maju: "Foi um prazer para mim. Muito obrigado, estou feliz. Obrigado por ajudar a levar as notícias hoje para todo mundo".

Maria Júlia Coutinho comemora estreia na bancada do "Jornal Nacional" ao fim do telejornal - Reprodução/TV Globo - Reprodução/TV Globo
Maju comemora estreia na bancada do "JN"
Imagem: Reprodução/TV Globo
Quando os créditos da equipe do "JN" começaram a subir, Maju finalmente se soltou. Ela desceu do estúdio, arqueou o braço direito e fechou as mãos em um gesto de comemoração. Ela foi aplaudida por Bocardi e pelos poucos jornalistas na redação (que costuma ficar mais vazia aos sábados), e recebeu abraços dos colegas. A celebração "interna" foi ao ar.

Televisão