PUBLICIDADE
Topo

Televisão

A um mês da estreia, nova grade da Globo ainda é cercada de incógnitas

Programas de Fernanda Gentil e Angélica são dúvidas na nova grade de programas da emissora - Montagem/UOL
Programas de Fernanda Gentil e Angélica são dúvidas na nova grade de programas da emissora Imagem: Montagem/UOL

Ana Cora Lima

Do UOL, no Rio

14/03/2019 04h00

Faltando um mês para a entrada da grade deste ano da Globo, alguns dos novos programas permanecem envoltos em mistério. Com o fim do "Big Brother Brasil", na primeira quinzena de abril, tradicionalmente se abre a faixa nobre.

A emissora ainda não anunciou oficialmente as novidades, mas adiantou ao UOL o que já está acertado.

Na primeira quinzena de abril, estreiam a nova novela das 18h, "Órfãos da Terra"; a nova temporada de "Conversa com Bial"; o "Festival Zorra" e a volta do "Zorra". Para a segunda quinzena, estreiam a nova série "Se Eu Fechar os Olhos Agora", a segunda temporada de "Carcereiros". Volta ainda o "Profissão Repórter", o "Tamanho Família", de Márcio Garcia, e tem início o Campeonato Brasileiro. Nas novelas, entram no ar "Malhação - Toda Forma de Amar" e a próxima reprise do "Vale a Pena ver de Novo", que substituirá "Cordel Encantando" no final do mês.

As dúvidas ficam por conta do novo programa de Angélica e o mix de jornalismo com entretenimento de Fernanda Gentil. As respectivas equipes têm nomes reservados, mas ninguém começou a trabalhar de fato no conteúdo. O UOL apurou que há vários profissionais concentrados em um departamento chamado de "pesquisa de novos formatos". O detalhe é que nem eles sabem para qual atração estão trabalhando.

O programa de Angélica está sendo planejado para os sábados. Seria algo entre o "Altas Horas", de Serginho Groisman, e o "Amor & Sexo", mas teria a felicidade como tema central. A cada programa, uma questão se desenrola com famosos e anônimos, além de uma pequena plateia.

"Estamos ficando preocupados. Quem tinha férias e folgas acumuladas já tirou e ainda ninguém sabe o que vai acontecer. Apresentadores e artistas podem ficar na geladeira porque recebem, o restante, não. Não tem produção, é rua", teme um produtor, que aguarda em casa as coordenadas da emissora.

"Tudo é muito sigiloso, cercado de mistério. A gente desenvolve aqui, desenvolve ali e ninguém fala nada, ninguém dá uma ideia do que vai acontecer. Parece que o programa da Fernanda Gentil só em junho, porque a direção bateu o martelo que não quer o mesmo do mesmo", confidenciou outro produtor.

A Globo informou que ambas atrações ainda são projetos em discussão e que não há nada definido.

Televisão