Topo

Novela

Órfãos da Terra


Ex-BBB Kaysar se emociona ao lembrar amor proibido: "Ela morreu na guerra"

Kaysar Dadour é Fauze em "Órfãos da Terra" - Paulo Belote/Globo
Kaysar Dadour é Fauze em "Órfãos da Terra" Imagem: Paulo Belote/Globo

Marcela Ribeiro

Do UOL, no Rio

16/03/2019 04h00

Kaysar Dadour, 29, está no elenco de "Órfãos da Terra", próxima trama das seis da Globo, que estreia dia 2. A novela de Thelma Guedes e Duca Rachid mostrará refugiados da guerra e terá personagens que perderam tudo na fictícia cidade Fardús, que foi bombardeada e destruída, algo muito parecido com a vida real do sírio que se refugiou no Brasil e ficou conhecido por sua participação no "BBB17".

"Tem sido uma mistura de sentimentos de carinho, amor, tristeza, felicidade e ódio. Quando entrei pela primeira vez no campo dos refugiados cenográfico, fiquei três dias com dor de cabeça, passei mal. Foi muito pesado, muito mesmo", contou o ex-BBB.

Para esquecer o passado tenebroso, Kaysar conta que apelou para a fé. "Comecei a rezar. Não gosto de falar disso porque é uma coisa que me faz mal. Quando choro, choro sozinho. Minha terra não tem jeito, não. Onde nasci, onde morei, onde estudei, tive meus primeiros amigos da vida, família, namorada, amor, loucura, bagunça, adolescência... Foi tudo embora", diz ele, emocionado.

Com os olhos cheios d'água, o sírio respondeu a pergunta se já havia vivido um amor proibido, que haverá na novela com os personagens Laila (Julia Dalavia) e Jamil (Renato Góes).

"O mais gostoso do mundo foi meu lindo amor proibido, nunca vou esquecer. Foi louco, a família dela não aceitava, eram bem fechados. Infelizmente, minha namorada morreu na guerra da Síria. Não gosto de falar o nome dela pois me traz muitas lembranças."

Kaysar com os pais e a irmã: "A família é o amor que plantamos em solo fértil, é o maior bem que podemos ter. É para amar por toda a vida", escreveu ele no Instagram - Reprodução/Instagram
Kaysar com os pais e a irmã: "A família é o amor que plantamos em solo fértil, é o maior bem que podemos ter. É para amar por toda a vida", escreveu ele no Instagram
Imagem: Reprodução/Instagram

A maior realização de Kaysar foi conseguir tirar os pais de Alepo, cidade da Síria destruída pela guerra, e trazê-los, juntamente com sua irmã Celine para viver com ele no Brasil. Eles moram em Curitiba, em um apartamento alugado pelo sírio.

"Eles estão se adaptando bem devagar, mas estão indo bem. Eles não entendem nada da língua, mas está bacana. Meu pai está caminhando todo dia e emagrecendo. Lá [na Síria], ele não podia sair de casa. Minha mãe gosta mais de cozinhar, de arrumar a casa e minha irmã está estudando", explicou ele, que prefere não detalhar como foi o processo da saída deles do Oriente Médio.

"Não gosto de falar sobre como foi a saída deles. Agora eles estão no Brasil, firme e fortes e isso que importa", resumiu.

Com o sotaque menos carregado e fala mais pausada, graças as sessões de fonoaudiologia, que tem feito para se dedicar a carreira artística. "Estou estudando muito e vou estudar mais e mais porque quero continuar na carreira de ator."

Capanga

Em "Orfãos da Terra", Kaysar não será refugiado, ele viverá Fauze, um dos capangas do sheik Aziz (Herson Capri), que vem ao Brasil para capturar Laila (Julia Dalavia), que ele tomou à força como uma de suas esposas, e Jamil (Renato Góes), seu empregado, que se apaixona pela jovem.

"Ele é mau, mas é só um personagem", avisa. "Quando precisam de ajuda em árabe, eu ajudo o elenco, eles também me ajudam quando tenho dúvida em português. Contei um pouco minha história de refugiado para eles entenderem também."