Topo

Novelas


Por "Mutantes", Record tentou levar Fernanda Montenegro; veja curiosidades

TV Globo/ João Miguel Junior e UOL
Record tentou levar Fernanda Montenegro para "Os Mutantes", mas o papel acabou sendo de Fafá de Belém Imagem: TV Globo/ João Miguel Junior e UOL

Guilherme Machado

Do UOL, em São Paulo

2019-04-03T04:00:00

03/04/2019 04h00

De volta à Record, "Os Mutantes" vem repercutindo nas redes sociais com sua trama sobre jovens com superpoderes. Exibida originalmente entre 2007 e 2008, a novela vem divertindo novas e antigas gerações com muitos memes sobre seus efeitos especiais toscos e diálogos improváveis. Mas você sabia que a produção tentou levar duas grandes atrizes do primeiro escalão da Globo? Ou que uma máquina chamada Inferno foi usada para produzir os truques que se vê na tela?

Os bastidores da trama, que durou três temporadas, renderiam uma outra história. Quem conta tudo ao UOL é Tiago Santiago, autor da novela, que compartilha algumas curiosidades de um de seus trabalhos mais famosos. Confira:

Fernandona e Marília na Record

Globo/João Miguel Júnior/Globo/Renato Rocha Miranda
Fernanda Montenegro e Marília Pêra foram cotadas para "Os Mutantes" Imagem: Globo/João Miguel Júnior/Globo/Renato Rocha Miranda

Fernanda Montenegro e Marília Pêra (1943-2015) durante décadas foram consideradas umas das principais "pratas da casa" da Globo. Mas em 2007 a Record, em plena ascensão e de olho na liderança, tentou levar as duas atrizes para atuar na primeira fase da novela: "Caminhos do Coração".

Fernanda deveria ter interpretado Ana, mãe da protagonista Maria (Bianca Rinaldi), e Marília deveria viveria a espevitada e trapaceira Irma Mayer. "Tivemos um almoço com a Fernanda, foi muito simpática. Não conseguimos fechar essa contratação. Tentamos também a Marília Pêra, ela nos recebeu para almoçar na casa dela. As duas foram muito queridas, mas a Globo foi mais forte, veio com propostas superiores e manteve. A Marília, inclusive, voltou ao elenco fixo da Globo nessa época", conta Tiago.

Na época, especulou-se que a emissora havia oferecido um salário em torno de R$ 1 milhão mensais, algo que Tiago refuta: "Só se estiver considerando valores anuais, não eram mensais não. Eu acho que girava em torno de R$ 150 mil na época, mas não foi suficiente".

Personagens cortados

Reprodução/Youtube
Miriam Freeland e Petrônio Gontijo em cena de "Os Mutantes" Imagem: Reprodução/Youtube

Com três temporadas e centenas de capítulos, o elenco de "Os Mutantes" passou por diversas alterações em seu elenco, com atores entrando e saindo em diversas ocasiões. Mas quem via a novela não sabia que nem todas eram mortes planejadas no roteiro.

O autor não esconde sua frustração com alguns personagens que teve de cortar abruptamente, em especial o casal Fredo e Marta, vividos por Petrônio Gontijo e Miriam Freeland. A Record precisou que eles fossem realocados para outra produção e ordenou que seus personagens fossem retirados da trama.

"Eram personagens fortes que tinha na segunda temporada e tive que tirar porque eles iam para outra novela. Um casal importante para mim, então foi bem difícil na época", lamenta Tiago.

O autor também confessa que ficou triste com a saída de Preta Gil, que só participou da primeira temporada da novela como Helga e da protagonista, vivia por Bianca Rinaldi, que engravidou na época.

"Muita gente até hoje não me perdoa por causa da morte da Samira. Na época eu achei que era o caminho certo", afirma Santiago.

Infernoooo

Reprodução/Record
Natália Guimarães em cena de "Os Mutantes" Imagem: Reprodução/Record

Uma das razões do sucesso de "Os Mutantes", seus efeitos visuais um tanto simplórios eram produzidos numa máqjuina comprada pela Record chamada... Inferno.

"Compraram um equipamento para fazer efeitos visuais, era bem caro na época e chamava-se Inferno. Isso causou bastante comentários", diverte-se Tiago, lembrando que a emissora é ligada à Igreja Universal do Reino de Deus.

"A gente tinha uma quantidade de efeitos muito grande, acho que até hoje nunca vi nada no Brasil com tantos efeitos especiais em um único episódio", relembra ele.

Origens

Reprodução/Youtube
Uma nave reptiliana em "Os Mutantes" Imagem: Reprodução/Youtube

Para criar tantos personagens com poderes fantásticos, o autor procurou inspiração na mitologia e na cultura pop. "Devo confessar que os X-Men, com o Stan Lee, eram uma fonte de inspiração para mim. Mas o Stan Lee na verdade também bebia das fontes da mitologia", conta ele.

Ele cita os personagens Gor (Julianne Trevisol) e Metaformo (Sasha Bali) como inspirações direta da mitologia grega.

Mais tarde, o autor incluiu elementos mais fortes de ficção científica na trama, com a chegada dos reptilianos, uma raça alienígena, e o povo de Agartha, o reino no centro da Terra.

"Pensei: 'E se essa tecnologia de alteração genética estivesse a serviço de extraterrestres?' Daí veio a ideia da segunda temporada. Eu sempre estudei muito o assunto e existe toda uma vertente que fala desse mundo de Agartha, viagem ao centro da Terra. Pensei que seria uma boa jornada para os nossos heróis, e assim foi".

O retorno?

Montagem/Divulgação/TV Record
Personagens de "Os Mutantes: Caminhos do Coração" (2008), novela da Record Imagem: Montagem/Divulgação/TV Record

"Os Mutantes" teve três temporadas mas, se dependesse de Tiago Santiago, a novela teria fôlego para mais. "Isso seria possível, mas não foi a vontade da emissora", relata ele, que hoje vive nos Estados Unidos.

Mas o autor diz que ainda tem vontade de continuar a saga de seus mutantes e brinca que tem até um título: "Mutantes: O Retorno". "Tem muita gente que me pede para voltar com as crianças, que agora são adolescentes, mostrando como é que estariam agora Vavá, Anjinha, Tati. Fazer um novo produto. Eu bem que gostaria".