PUBLICIDADE
Topo

Famosos


Latino planeja biografia e filme para 2022: "Minha vida é muito pública"

Latino esteve no lançamento de "Furacão Anitta" no Rio  - Roberto Filho/Brazil News
Latino esteve no lançamento de "Furacão Anitta" no Rio Imagem: Roberto Filho/Brazil News

Carolina Farias

Do UOL, no Rio

04/04/2019 04h00

O cantor Latino terá sua polêmica e agitada vida retratada em uma biografia autorizada e um filme. O autor de hits como "Festa no Apê" e "Renata" está planejando o lançamento duplo para 2022, como revelou ao UOL na noite de lançamento de "Furacão Anitta", na terça, no Rio.

"Minha vida é muito pública, tenho macaco, tenho amigo doido, tenho filhos. Todo mundo sabe dos problemas com pensão. Bota tudo no liquidificador e dá o Latino", disse o cantor de 46 anos.

Sem revelar o autor, ele diz que a biografia já está sendo escrita em forma da "história de um rapaz latino americano" e o filme será um resumo de sua trajetória.

"Será minha história um pouco reduzida, mas bem legal. Já tem empresas interessadas. Sou rei do patrocínio, imagina? Tenho 500 amigos que gostariam de patrocinar livro e o filme".

Latino contou que foi ao lançamento para prestigiar Leo Dias, autor da obra, mas afirmou que também tem muita admiração por Anitta.

"Tenho enorme apreço pelo que ela construiu ao longo desses cinco anos. Me lembrei de uma publicação no Twitter que fiz há cinco anos, quando ela estava começando e cantou em meu aniversário. Ela subiu no palco e vi uma estrela ali. Publiquei: 'Gente, estou enxergando uma grande popstar internacional. Essa menina tem grande talento'. O Brasil merecia uma menina representando o país lá fora, ainda mais o mercado latino", elogia.

"Tenho 25 anos de carreira e sei a dificuldade que é [conquistar outros mercados]. Se não se empenhar, não viajar, fazer o networking, as coisas não fluem. Outros artistas preferiam estar no Brasil ganhando dinheiro, ela não. Divide sua atenção. É uma mulher de personalidade. Tenho admiração".

Material para 50 volumes

Latino brincou que se sua história completa fosse contada em uma biografia, autorizada ou não, seriam necessários uns 50 volumes, como uma enciclopédia.

"Tenho várias fases. A dos relacionamentos, a da minha vida nos EUA, quando fui engraxate, como cresci na música. Hoje estou na fase zen, mais maduro, apaixonado pelos animais, pela vida, pela natureza."

A maturidade, ele diz, veio depois de ter consolidado a carreira. "Tenho uma carreira sólida e isso me deixa tranquilo porque criar uma história no Brasil musicalmente é maravilhoso. O mercado ainda me aceita, me prestigia e me trata como artista grande. Faço muitas festas, casamentos, formaturas, corporativo. Falam que sou rei do casamento. Capricho para que as pessoas que estejam lá tenham vontade de casar no futuro e façam festa com o Latino".

Famosos