Topo

Famosos


"Estou feliz", diz Dan Ferreira de volta ao trabalho após descobrir doença

Paulo Belotte/Globo
Danilo Ferreira durante o lançamento de "Segundo Sol" Imagem: Paulo Belotte/Globo

Carolina Farias

Do UOL, no Rio

2019-04-22T16:37:58

22/04/2019 16h37

Depois de ficar uma semana internado ao ser diagnosticado com a Síndrome de Guillain-Barré e iniciar fisioterapia, o ator Dan Ferreira voltou a trabalhar. Ele está filmando para duas produções: "Alemão 2", de José Eduardo Belmonte, e "Medida Provisória", longa dirigido por Lázaro Ramos. No segundo semestre, já começa a gravar uma novela na Globo.

"[A doença] não causa dor, só a perda um pouco do movimento. Fiquei só uma semana internado, fui tratado por profissionais competentes. Tive alta numa sexta e na segunda, quando cheguei ao Rio, comecei a fisioterapia com uma técnica para esse tipo de lesão neurológica. Os trabalhos já estavam previstos. Estou bem feliz fazendo cinema e com a novela", explicou Dan ao UOL.

Dan foi para Salvador, sua terra natal, para passar o Carnaval e sentiu uma fraqueza nas pernas ao desembarcar no aeroporto. Levado ao hospital, o ator foi submetido a exames que detectaram a doença autoimune grave, que afeta o sistema nervoso.

"A recuperação foi em tempo recorde porque fui rápido para o hospital e assim definiu logo o prognóstico. Quando comecei a sentir [a fraqueza nas pernas] pensei: 'Vou correr para o hospital', porque queria saber logo o que era. tinha o Carnaval, meus compromissos", contou Dan, que perdeu a folia, mas conseguiu se recuperar.

"Não bateu medo, só fiquei assustado por não saber o que era na hora".

Doença retratada em novela

Coincidentemente, Guillain-Barré é a mesma doença de Rochelle, personagem de Giovanna Lancellotti que se relacionava com Acácio, vivido por Dan em "Segundo Sol". À época de "Segundo Sol", muito se falou da doença que atacou a personagem de Lancellotti.

"Já tinha ouvido [sobre a doença] por causa da novela. Achei curioso porque tínhamos acabado de falar isso e agora estou vivendo isso", disse Dan.

A síndrome se manifesta após uma infecção, como a gripe. O corpo produz anticorpos para matar o invasor, mas tem uma resposta exagerada e desmedida. Então, acaba atacando também células dos nervos periféricos, responsáveis pelo movimento dos músculos e sensibilidade dos membros superiores e inferiores.

Em casos brandos, a doença agride só o "revestimento" do nervo, mas em casos mais agressivos os anticorpos danificam o nervo e trazem consequências mais graves.

Policial bom

Sobre o filme de Lázaro, Dan afirmou não poder adiantar nenhuma informação. Já sobre "Alemão 2", o ator falou sobre o personagem, o policial militar Bento.

"Ele é honesto, idealista, um cara que busca por meio do trabalho fazer justiça. Ele promove atividades culturais na favela onde opera. É um cara bem bacana que se apaixona pela ex do dono do morro", contou Dan, que para dar veracidade ao papel, treinou o manuseio de armas.

"Fiz o treinamento de manuseio de arma e foi tranquilo, como qualquer outro treinamento. Tenho asco de arma. Em cena, quase nunca estou com a mão na arma, quase não faz parte do corpo dele [Bento]. Só em uma cena eu atiro. É algo importante no processo de trabalho para o filme, mas é uma arma. Qualquer pessoa comum fica receosa".

Do trabalho na novela, Dan também fez mistério. "Estamos acertando essa semana".