Topo

Novelas


Marcos Palmeira: "Não sei se sou o ator mais barato, sou o mais facinho"

Marcos Palmeira interpreta Amadeu na novela "A Dona do Pedaço", da Globo - João Miguel Júnior/Divulgação
Marcos Palmeira interpreta Amadeu na novela "A Dona do Pedaço", da Globo Imagem: João Miguel Júnior/Divulgação

Ana Cora Lima

Do UOL, no Rio

02/05/2019 17h20

Escalado para ser o par romântico de Juliana Paes em "A Dona do Pedaço", próxima trama das 21h da Globo, Marcos Palmeira nega o status de galã. Prefere ser chamado de ator, mesmo.

No evento de lançamento na novela, realizado hoje no Copacabana Palace, ele conta que há muito tempo não tem contrato com a TV Globo e que, por isso, se considera um dos artistas mais "baratos" da emissora.

"Sou contratado por obra há mais de 15 anos e estou sempre trabalhando. Todas as vezes que me chamam, eu aceito. Tenho um reconhecimento profissional na casa e isso é muito legal. Me considero um ator barato e não galã. Eu sou um ator facinho", explicou Marcos, que volta ao ar em 20 de maio.

Longe das novela desde "Velho Chico" (Globo, 2016), o ator falou sobre o personagem Amadeu, que escapa da morte no dia do seu casamento com a mocinha Maria da Paz, interpretada por Juliana.

Os dois são integrantes de famílias rivais, e um tiro misterioso atinge Amadeu que fica à beira da morte. Resta a Maria, jurada de morte, fugir e viver longe de seu grande amor.

"Ele acaba indo para São Paulo e vira advogado. Não sei se ele é mesmo mocinho. O Walcyr [Carrasco, autor] é tão imprevisível que podemos esperar tudo. Eu não me arrisco em cravar nada", afirma.

Aos 55 anos, Palmeira assume que se sente melhor com a idade e riu ao ser chamado "gato". "Eu estou muito bem mesmo, cheio de energia e com muita disposição para fazer as coisas", contou o ator, que também elogiou sua parceira de trama Juliana Paes. "Ela é uma ótima colega de cena, disponível e de muita entrega. Torço para que o casal dê liga".