Topo

Famosos


Bolsominion, eu? Fábio Arruda e Lydia Sayeg comentam termo em festa Minion

Lydia Sayeg e Fábio Arruda posam em festa de aniversário com tema "Minions" - Paulo Pacheco/UOL
Lydia Sayeg e Fábio Arruda posam em festa de aniversário com tema "Minions" Imagem: Paulo Pacheco/UOL

Paulo Pacheco

Do UOL, em São Paulo

14/05/2019 13h25

O consultor de etiqueta e apresentador Fábio Arruda comemorou seus 49 anos ontem, em uma famosa hamburgueria no Ipiranga, zona sul de São Paulo. O tema da festa: Minions. Inspirado nas famosas criaturas amarelas, o UOL perguntou a celebridades presentes no aniversário e que votaram em Jair Bolsonaro o que acham do termo "bolsominions".

Começando pelo anfitrião, que vestiu a deputada federal Joice Hasselmann (PSL), líder do governo no Congresso, na posse dela. Arruda não se incomoda com o termo, mas com as pessoas que o julgam sem conhecimento.

"Sou totalmente Bolsonaro, apoio. Para as pessoas que não têm a mesma opinião eu respeito a delas. Respeitem a minha. E se não quiser respeitar, não estou preocupado. Para mim, ['bolsominion'] não me causou registro algum. Pessoas informadas têm a possibilidade de abstrair certas colocações e informações. Gente jocosa me irrita. 'Se hay gobierno, yo soy contra' é antigo, libertário, revolucionário, é bobo. Seja contra, mas com propriedade. Se me convencer, passo a te respeitar", afirma.

"Tudo, menos roubar"

Fábio Arruda comemora 49 anos com festa Minion - Paulo Pacheco/UOL
Fábio Arruda comemora 49 anos com festa Minion
Imagem: Paulo Pacheco/UOL
O consultor de etiqueta também releva a peculiar escolha de figurino de Bolsonaro em compromissos oficiais (já vestiu chinelão e camisa do Palmeiras, por exemplo) e diz se preocupar mais com as "questões morais" que o presidente defende.

"Estou mais interessado em um político que valorize as questões verdadeiras, as questões morais, sejam elas quais forem, mas alguém que pelo menos tenha uma coerência naquilo que está fazendo. Se estiver fazendo totalmente errado, a gente vai conseguir perceber, mas alguém que seja coerente. E que, pelo amor de Deus, alguém que a gente tenha pelo menos a verdadeira ideia de que não está roubando. Chega! Tudo, menos roubar. Vamos parar de roubar neste país!", desabafa.

"Sou bolsorroxa"

Lydia Sayeg, empresária e ex-participante do reality "Mulheres Ricas", da Band, chorou ao falar de sua admiração pelo presidente e sua equipe, especialmente o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro. Ela, que faz aniversário hoje, diz não se irritar com o termo 'bolsominion' porque "não sou PT para ficar ofendidinha com qualquer coisa".

Lydia Sayeg posa com os Minions da festa de Fábio Arruda - Paulo Pacheco/UOL
Lydia Sayeg posa com os Minions da festa de Fábio Arruda
Imagem: Paulo Pacheco/UOL
"Minha posição é superclara, eu sou 'bolsorroxa'! Eu amo o Bolsonaro, todo mundo sabe. Aprecio muito a disciplina dele, conheço-o de perto, então posso falar quem ele é de verdade e o que é mentira, aquela sujeira que a gente já vive há 18 anos. Joice é uma mulher fabulosa, amigona. Eu a amo profundamente. Agradeço a pessoas como Bolsonaro, Joice, Sergio Moro, Rosângela Moro, que também amo os dois, por dedicarem a vida para o Brasil", diz a empresária, com os olhos marejados.

Lydia elogia a "ética" de Bolsonaro, mas admite que o presidente e integrantes do governo não conseguem transmitir suas ideias da maneira mais adequada: "Infelizmente, às vezes eu acho que alguns deles não têm uma boa neurolinguística. Bolsonaro tem educação, a única coisa que eu acho é que poderia falar de outra forma, porque o sentimento deles por dentro é maravilhoso".

Por que uma festa Minion?

Mas, afinal, porque Fábio Arruda quis realizar uma festa com o tema Minion? A responsável pela decoração, Ivani Neublum, explica que o apresentador se inspirou em uma festa infantil.

"Quatro anos atrás, Fábio foi à festa da minha neta, com o tema Minions, e ele ficou simplesmente pirado! Ele alucinou, amou! Falou: 'Minha próxima festa será Minions', mas todos os anos era em algum outro lugar que não era pertinente, precisava de uma decoração mais elegante, ele sentia necessidade de um certo requinte, e os Minions, coitadinhos, ficavam para trás", conta a profissional.

O consultor de etiqueta e ex-"A Fazenda" confirma sua adoração pelas criaturas amarelas: "Minions, adoro! Acho sagazes, inteligentes, têm um humor malandro, eles são ácidos, deliciosos. Além de serem uma gracinha, são muito inteligentes".