Topo

Famosos


Daniela Mercury comemora criminalização da homofobia no Brasil: "Dia lindo"

Daniela Mercury e a namorada Malu Verçosa - Reprodução/Instagram
Daniela Mercury e a namorada Malu Verçosa Imagem: Reprodução/Instagram

Gilvan Marques

Do UOL, em São Paulo

23/05/2019 18h35

A cantora Daniela Mercury, que é lésbica assumida, comemorou a criminalização da homofobia no Brasil após votação realizada pelo STF (Supremo Tribunal Federal), hoje à tarde.

"Com o voto do ministro Luiz Fux, atingimos a maioria no STF pela criminalização da homofobia no BRASIL! Obrigada, STF", agradeceu a cantora, via Twitter. "O fim do julgamento no STF será dia 5 de junho, mas já está aprovada. Vamos comemorar comunidade LGBTI brasileira. Dia lindo!", completou.

A maioria dos ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) votou pela criminalização da homofobia. Seis dos 11 membros já votaram. Eles também votaram pela equiparação da prática da homofobia ao crime de racismo. A maioria foi obtida com o voto do ministro Luiz Fux hoje.

Daniela Mercury e a sua esposa, Malu Verçosa Mercury, foram à capital federal para participar de sessão do Supremo Tribunal Federal pela criminalização da homofobia.

Os ministros que já votaram a favor da criminalização da homofobia foram: Celso de Mello, Luis Edson Fachin, Luís Roberto Barroso, Alexandre de Moraes, Rosa Weber e Luiz Fux.

As ações que pedem a criminalização da homofobia foram impetradas pelo antigo PPS (hoje Cidadania), pela ABGLT (Associação Brasileira de Gays, Lésbicas e Transgêneros) e pelo Grupo Gay da Bahia.