PUBLICIDADE
Topo

Aline Riscado nega que pagou para ser rainha e "rasteira" em Sabrina Sato

A modelo Aline Riscado - Divulgação / Cleomir Tavares
A modelo Aline Riscado Imagem: Divulgação / Cleomir Tavares

Thaís Sant'Anna

Colaboração para o UOL

27/05/2019 12h58

Aline Riscado usou o Instagram hoje para negar os boatos de que a empresa de cerveja da qual é garota-propaganda teria pago R$ 3 milhões para ela ser rainha de bateria da Vila Isabel. A modelo falou também sobre substituir Sabrina Sato e que nunca quis "passar a perna" na apresentadora pelo posto na escola de samba.

"Quem me conhece um pouco, quem já me entrevistou outras vezes em outros carnavais, sabe que eu amo carnaval, mas deixei de sair em escolas de samba há uns 3, 4 anos, porque é muita responsabilidade. Por vontade minha, porque convite não deixou de surgir. Ano passado tive convite para ser rainha de escolas boas, mas não estava preparada pra assumir esse compromisso. Esse ano, o presidente veio me me chamar pra ser rainha da Vila e, juro pelo meu filho, a primeira coisa que perguntei foi: Sabrina já sabe? Por que ela está saindo e eu entrando?", contou Aline.

O presidente da Vila Isabel, Fernando Fernandes, segundo Aline, disse na ocasião que Sabrina já havia deixado o posto de rainha há uma semana, mas que a apresentadora continuaria fazendo parte da escola.

"Sempre admirei pra caralho a Sabrina, acho ela uma mulher foda em todos os sentidos. Nunca ia passar a perna em ninguém, isso não é do meu feitio. Nunca faria isso por um cargo que não recebo nada por isso, pelo contrário, a gente gasta", avisou a modelo.

Ela falou ainda da marca de cerveja que é contratada;

"Parem de achar que a marca de cerveja, que sou vinculada há 5 anos, é meu pai e minha mãe. Eles só pagam os cachês dos meus comerciais, eles nunca pagaram, conseguiram parceria, porra nenhuma pra mim. Pra quê? Se eu sou musa deles, já faço comercial. Tudo que consegui hoje foi graças ao meu suor", completou Aline.