PUBLICIDADE
Topo

Guilherme Fontes relembra "A Viagem": "Até hoje me chamam de Alexandre"

Guilherme Fontes no "Encontro" - Reprodução/Globo
Guilherme Fontes no "Encontro" Imagem: Reprodução/Globo

Marcela Ribeiro

Do UOL, no Rio

30/05/2019 12h18

Guilherme Fontes relembrou Alexandre Toledo, seu vilão na novela "A Viagem", de Ivani Ribeiro, exibida pela primeira vez na Globo em 1994.

O personagem era um jovem de classe média usuário de drogas e álcool, que mata o funcionário da agência bancária e acaba sendo entregue para a polícia por seu irmão Raul (Miguel Falabella) e seu cunhado Téo (Maurício Mattar).

"É um personagem que repetiu quatro vezes. Até hoje eu ando na rua e me chamam de Alexandre. Foi um personagem incrível, especialmente os 10 primeiros capítulos que é quando ele ainda está neste plano. Havia um motivo que se tornou imperdoável porque ele foi traído pelo irmão e pelo cunhado. Isso criou uma espécie de álibi para todo mal que ele causou", contou o ator no "Encontro" de hoje.

Miguel Falabella falou sobre como foi contracenar com Fontes no quadro TBT do programa de Fátima Bernardes. "Conheci ele garotinho, sempre muito bonito, carinhoso. Nosso encontro em 'A Viagem' foi muito bonito. A gente fazia cenas lindas na novela antes de o personagem morrer. Sempre que vejo reprises de 'A Viagem', meu coração sorri".

Antonio Fagundes, que interpretou Otávio, par de Dinah (Christiane Torloni) também gravou um vídeo falando sobre Guilherme e lembrando a novela. "Que novela deliciosa. Foi através de 'A Viagem' que entrei em contato com a doutrina espírita, é uma coisa muito bonita. Guilherme fazendo um vlião além vida. Lembro de uma coisa bastante engraçada, que era a única novela que o público torcia pra mocinha morrer, porque acabava encontrando o Otávio no céu".