Topo

Televisão


Felipe Andreoli estreia no "Globo Esporte" e repete feito do pai

Felipe Andreoli nos estúdios do "Globo Esporte" - Reprodução
Felipe Andreoli nos estúdios do "Globo Esporte" Imagem: Reprodução

Paulo Pacheco

Do UOL, em São Paulo

01/06/2019 04h00Atualizada em 01/06/2019 13h59

Felipe Andreoli estreou hoje na edição paulista do "Globo Esporte" com um marco raro na emissora: ele "herdou" um programa já comandado pelo pai. Luiz Andreoli fez sucesso como repórter e apresentador da atração na década de 1980. O jornalista se orgulha de ver o filho seguindo seus passos na televisão.

"Ele vai se dar muito bem. Estou muito orgulhoso. Acho que nunca aconteceu isso na Globo, pai e filho apresentarem o mesmo jornal. É um fato inédito, fora do comum. Estou muito feliz como pai de vê-lo alcançar o sucesso, brilhar e fazer essa estrada", elogiou o Andreoli pai em entrevista ao UOL.

A trajetória de Felipe Andreoli como apresentador do "Globo Esporte" começou com um longo vídeo mostrando a ida dele do Rio para São Paulo, com direito a piadas sobre colocar ketchup na pizza e a passagem de Andreoli pelo "CQC".

O pai no "Globo Esporte"

Embora tenha se afastado do jornalismo esportivo por ser "muito chato" ("Ninguém gosta de tática"), Luiz Andreoli mantém ótima relação com ex-colegas e apresentadores da nova geração, como Tiago Leifert, que adotou um padrão mais descontraído no "Globo Esporte", seguido até hoje. A irreverência, porém, havia sido testada pelo pai de Felipe três décadas atrás.

"Fizemos no 'Globo Esporte' um Dia da Mentira. Um programa inteiro falando mentiras, como Zico no Vasco, e com a música do Erasmo Carlos, 'Pega na Mentira', tocando ao fundo. No mesmo dia, quiseram demitir todos nós", recorda Luiz. "As pessoas lembram muito, acham que estou na Globo até hoje."

Luiz Andreoli e Felipe Andreoli no "Globo Esporte" - Montagem/UOL/Reprodução/TV Globo/Instagram/andreolifelipe
Luiz Andreoli e Felipe Andreoli no "Globo Esporte"
Imagem: Montagem/UOL/Reprodução/TV Globo/Instagram/andreolifelipe

Pai e filho juntos na TV

Felipe Andreoli acompanhava Luiz no trabalho e aprendia desde criança como funcionava a TV. "Brinco que ele era meu 'ponto eletrônico'. Quando eu cochilava depois do almoço, ele me falava o que tinha acontecido", lembra o pai do apresentador.

Em outra ida à Globo, Felipe Andreoli se chocou ao ver Fofão sem a máscara. "Uma vez, ele queria conhecer o Fofão, mas o Orival Pessini já tinha se descaracterizado e estava bebendo uma cerveja. Falei para o Felipe: 'Esse é o Fofão!'. Eu nem devia ter feito isso, porque ele perdeu o encanto", recorda Luiz.

Pai e filho já trabalharam juntos na rádio e em uma TV evangélica, mas Felipe Andreoli foi "rebatizado" por Luiz: "Não queria que comparassem comigo. O nome dele é Luiz Felipe Guimarães Andreoli. Quando começou na Rede Gospel, o chamava ao vivo de Felipe Guimarães".

O jornalista Luiz Andreoli - Luiz Andreoli/Arquivo pessoal
O jornalista Luiz Andreoli
Imagem: Luiz Andreoli/Arquivo pessoal
Volta à TV

Com quase 40 anos de carreira, Luiz Andreoli não pensa em parar. Ainda em junho, ele lançará um canal na internet com programação semelhante à da TV. "E eu devo voltar para a televisão, estou conversando com duas emissoras. Ainda tenho muita lenha para queimar, tem muita gente pior do que eu", brinca.

O jornalista também planeja contar "causos" de sua carreira em casas noturnas e teatros. "Vou fazer um pocket show sobre a minha vida. Tenho um livro contando os meus 30 anos de televisão e vou contar os bastidores com Galvão, Casagrande... o que posso contar", pondera.