PUBLICIDADE
Topo

Televisão


Escolinha faz piada com Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro

Rolando Lero (Marcelo Adnet) na estreia da quinta temporada da Escolinha do Professor Raimundo - Reprodução/Viva
Rolando Lero (Marcelo Adnet) na estreia da quinta temporada da Escolinha do Professor Raimundo Imagem: Reprodução/Viva

Paulo Pacheco

Do UOL, em São Paulo

10/07/2019 19h34

O caso Queiroz, envolvendo o ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), filho do presidente Jair Bolsonaro, virou piada na quinta temporada da Escolinha do Professor Raimundo. No episódio de estreia, exibido anteontem no canal pago Viva e que irá ao ar dia 28 na Globo, Fabrício Queiroz foi chamado de "espremedor de laranjas" por Rolando Lero (Marcelo Adnet).

No humorístico, Professor Raimundo (Bruno Mazzeo) perguntou a Rolando Lero quem foi Eça de Queiroz, escritor português autor de O Crime do Padre Amaro, O Primo Basílio e Os Maias. O personagem bajulador logo tentou agradar o "amado mestre" mostrando saber quem é "Queiroz".

"É, o Queiroz... Quem nunca ouviu falar do Queiroz? Queiroz sempre metido nuns rolos, não é verdade... Mas ele sabia fazer dinheiro, aquele danado... Sempre sumido, uma coisa... Sua especialidade era compra e venda de carros usados. É verdade que quando o pessoal pesquisava um pouquinho aparecia uns podres, um saquinho aqui, um depósito suspeito ali, mas no final das contas todo mundo deixava para lá dizendo: 'Essa é do Queiroz!'. Daí o apelido 'Essa'", enrolou o aluno.

O Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras), órgão do Ministério da Fazenda, identificou "movimentações atípicas" de R$ 1,2 milhão na conta bancária de Queiroz em um período de 13 meses. Ele justificou atribuindo os rendimentos ao comércio de carros.

Na Escolinha, Raimundo ficou impaciente e tentou ajudar o aluno dando uma dica: "Eça de Queiroz foi um es...", esperando que Rolando Lero falasse "escritor". Mas o bajulador completou: "Queiroz foi um es... premedor de laranjas!", sendo aplaudido pelos colegas. Foi uma referência à investigação de candidaturas laranjas do PSL, partido do presidente.

Ptolomeu (Otaviano Costa) explicou quem foi Eça de Queiroz. Mas, mesmo errando, Rolando Lero não tirou o tradicional zero: "Vai levar uma nota cinco porque ouvi umas verdades na sua enrolação".

Televisão