Topo

Novela

A Dona do Pedaço


Prostituta em A Dona, atriz diz não ter preconceito com garotas de programa

Carol Garcia vive a prostituta Sabrina em A Dona do Pedaço - João Miguel Júnior/Globo
Carol Garcia vive a prostituta Sabrina em A Dona do Pedaço Imagem: João Miguel Júnior/Globo

Marcela Ribeiro

Do UOL, no Rio

06/08/2019 04h00

Em A Dona do Pedaço, Sabrina é uma prostituta que teve a sorte de virar amante de Otávio (José de Abreu), empresário que resolveu bancar o aluguel de um flat e pagar todas as despesas para tê-la como acompanhante. Virou uma "sugar baby", como define a intérprete Carol Garcia.

"Agora ela não é mais garota de programa, é uma 'sugar baby', que é totalmente diferente. Ouvi muitas meninas falarem sobre isso, elas explicam que isso não é prostituição, são acordos. É um acordo claro, [em que] eu sou sua acompanhante, você paga as coisas para mim e está tudo certo. Ninguém é enganado nessa situação. Ela deixa de se prostituir e tem um flat, uma mesada, tem tudo", explicou a atriz nos bastidores da novela das 21h no Rio.

Em uma das cenas da novela, Sabrina chegou a se emocionar ao ganhar a chave do flat de Otávio: "É que ninguém nunca me tratou que nem gente", justificou. Acostumada a dormir no sofá da sala, ela também vibrou com seu novo quarto: "Eu nunca tive uma cama na minha vida!".

Durante a preparação da personagem, Carol conversou com garotas de programa e afirma compreender a decisão delas de ganhar dinheiro com sexo. Um dos relatos que ouviu, ela conta, foi de uma mulher que trabalhava como esteticista de dia, fazia faculdade de gastronomia e, como não conseguia pagar as contas, se prostituía à noite.

"Isso me tocou. Uma mulher que fez uma faculdade, que tem um trabalho e ainda assim ela não consegue pagar o aluguel, a escola do filho... Ouso dizer que não tenho preconceito algum com uma mulher que escolhe se prostituir", diz ela, deixando claro que se refere a quem faz por opção.

"Quando não é uma escolha é muito perigoso, aí a gente abomina. Quando é uma escolha, é o corpo dela, a escolha dela, ela faz o que ela quiser. E se ela puder ganhar dinheiro com isso, por que não? Eu não faria porque tenho outras possibilidades na minha vida, mas não sei na situação de algumas mulheres que vi, o que poderia fazer. Preconceito zero".

Vingança por Edilene?

Ao que tudo indica, Sabrina quer se vingar de Otávio, já que sua amiga Edilene (Cynthia Senek) morreu ao fazer um aborto clandestino de um bebê que esperava dele.

"O público quer que ela se vingue de todas as formas do Otávio pela morte da amiga. O que eu mais recebo nas mensagens das pessoas é: 'Isso aí, se vinga mesmo. Tira tudo dele'", conta a atriz.

Carol diz que a personagem sempre quis ter grana e se viu diante de uma situação irrecusável.

"Ela não tinha muitas oportunidades, vivia numa casa dormindo no sofá. Ela resistiu no início, mas quando ele começa a dar tudo, ela fala: 'Bom, aqui vou conseguir viver'. Ela achou que ele fosse pagar um curso para ela, o sonho dela era ser cabeleireira", conta a atriz, que tem dúvidas se Sabrina de fato vingará a amiga.

"Não sei se vai haver alguma vingança. Tenho a impressão de que ela tem uma pureza, quase uma ingenuidade, e se deixou levar tendo uma vida mais confortável.", opina.

Sabrina (Carol Garcia) encontra Otávio (José de Abreu) em A Dona do Pedaço - Reprodução/Globo
Sabrina (Carol Garcia) encontra Otávio (José de Abreu) em A Dona do Pedaço
Imagem: Reprodução/Globo

Atriz e youtuber

A Dona do Pedaço é a primeira novela de Carol, que já atuou em várias peças de teatro e fez parte do elenco do canal do YouTube Parafernalha.

"A novela alcança muitas pessoas, a internet também, mas é diferente. Veio num momento certo porque vou fazer 30 anos. Ter feito tanto teatro, tanto trabalho na internet, um pouco de cinema, me deixou muito segura. É uma segurança de saber que tenho um trabalho, isso aqui não é o fim. É o meu ofício e mais um trabalho maravilhoso."

Apesar de viver uma garota de programa, agora 'sugar baby', na novela das 21h, a atriz garante que não recebe propostas indecentes nas redes sociais.

"Quando trabalhava na internet, recebia coisas horrorosas. Agora tenho recebido tanto carinho, é o oposto. As pessoas elogiam o jeito da Sabrina, acham ela divertida, falam os bordões dela. Quando eu trabalhava na internet eu recebia muitas mensagens diretas ali no celular, agora é na rua", compara.

A pessoa morre mas não perde a mesada. #adonadopedaço @adonadopedaco.oficial

Uma publicação compartilhada por Carol Garcia (@carolgarciabarbolo) em