Topo

Novela

A Dona do Pedaço


Dona do Pedaço: Ju Paes diz que chorou na cena em que desmascara Jô e Régis

Maria da Paz desmascara Josiane em A Dona do Pedaço - João Miguel Júnior/TV Globo
Maria da Paz desmascara Josiane em A Dona do Pedaço Imagem: João Miguel Júnior/TV Globo

Paulo Pacheco

Do UOL, em São Paulo

14/08/2019 17h12

Juliana Paes revelou ter chorado ao ler a cena de A Dona do Pedaço em que Maria da Paz iria desmascarar a filha, Josiane (Agatha Moreira), amante do padrasto, Régis (Reynaldo Gianecchini). A boleira, agora falida, atirará no marido ao flagrá-lo na cama com Jô. A sequência da novela irá ao ar no capítulo deste sábado, na Globo.

"Maria da Paz estava estranha e sensível nos capítulos anteriores. Quando recebi esse bloco, chorei igual criança, como há muito tempo não chorava lendo. Eu não sou de chorar quando leio. Sou muito emotiva nas cenas, o público já deve ter percebido (risos) [...]. Só que essa sequência eu li de maneira totalmente passional. A temática da maternidade, dessa relação mãe e filho, me toca muito", contou a intérprete de Maria da Paz.

A atriz também admitiu ter ficado surpresa quando soube que sua personagem atiraria em Régis: "Nunca imaginei que teria uma arma, um crime passional envolvido. No meu entendimento, já desconfiava que ela daria um flagra, mas não imaginava que estaria armada, que isso ia despertar nela atitudes e sentimentos que ela rechaçou a vida inteira: a herança de Rio Vermelho, que acabou com sua vida".

Régis é socorrido por paramédicos após ser baleado por Maria da Paz - João Miguel Júnior/TV Globo
Régis é socorrido por paramédicos após ser baleado por Maria da Paz
Imagem: João Miguel Júnior/TV Globo

Diferentemente de Juliana Paes, Agatha Moreira recebeu a cena da descoberta de Maria da Paz com entusiasmo. A atriz confessou gostar de interpretar uma vilã como Josiane.

"Ela é uma vilã muito saborosa. Essa pele de cordeiro é uma delícia de interpretar. Josiane tem seus objetivos bem claros. Esses momentos são sempre importantes, marcam a trama, ajudam a contar a história com ainda mais emoção. Fiquei bem animada quando li a cena. Adorei a sequência e a forma como os acontecimentos foram construídos, o que tornou a cena verossímil. É muita energia, adrenalina, concentração. Dá uma sensação maravilhosa de entrega. E é um prazer fazer essas cenas cercada por colegas igualmente entregues e comprometidos", elogiou.

Reynaldo Gianecchini ressaltou que Régis será baleado por Maria da Paz imediatamente antes de decidir contar que está apaixonado por ela.

"A cena é bem escrita, tem elementos muito bons. Tem todo o arco dramático necessário. É bem no momento que Régis confessa estar apaixonado pela Maria da Paz. É o momento da virada dele. Ele não quer mais ser esse canalha e nem continuar o que era antes. Às vezes, precisam acontecer coisas muito graves na vida para entendermos outras. São sentimentos que mexem com a nossa base e começamos a mudar. O tiro foi a última gota que faltava para explodir dentro dele essa transformação", analisou.