Topo

TV e Famosos


Em tuíte antigo, Trump demonstra apoio à Miley após término com Liam

Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, fala com repórteres em frente à Casa Branca - Leah Millis/Reuters
Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, fala com repórteres em frente à Casa Branca Imagem: Leah Millis/Reuters

Do UOL

14/08/2019 15h13

Miley Cyrus e Liam Hemsworth anunciaram o divórcio no final de semana, mas essa não foi a primeira vez que o relacionamento deles foi interrompido.

Há seis anos, a cantora e o ator tinham se separado. Na época, a ex-Hannah Montana contou com o apoio de um personagem bem inusitado: Donald Trump, que ainda estava longe de ser eleito presidente dos Estados Unidos.

No Twitter, Trump escreveu: "Miley Cyrus, não se preocupe com o Liam. Você conseguirá alguém melhor e você ainda tem muito tempo, continue forte".

De 2013 para cá, o casal voltou, casou e separou -- o que faz o conselho de Trump continuar bem atual.

Alguns seguidores não notaram a data do tuíte e reclamaram, dizendo que o presidente tem coisas mais importantes para pensar.

"Você não tem um país para governar? Tenho certeza que você tem coisas maiores para se preocupar do que encontros triviais de celebridades", escreveu um deles. "Don, estou tão feliz por você ter suas prioridades. Esqueça a violência armada que corre solta neste país ou que Flint ainda não tem água limpa", disse outro, com ironia.

O divórcio foi confirmado pela cantora no final de semana. Miley e Liam estavam juntos há quase 10 anos.

Eles se conheceram durante as gravações do filme "A Última Música", em 2010. Depois de um namoro cheio de idas e vindas, o casal oficializou a união em cerimônia de casamento discreta há sete meses.

Mais TV e Famosos