Topo

Novelas


Aguinaldo Silva critica Bolsonaro por suspender edital para filmes LGBT

O autor Aguinaldo Silva - TV Globo/Divulgação
O autor Aguinaldo Silva Imagem: TV Globo/Divulgação

Do UOL, em São Paulo

21/08/2019 10h28

O autor Aguinaldo Silva criticou medida do governo que suspendeu um edital público para a seleção de produções audiovisuais com a temática "diversidade de gênero" para a televisão.

Em sua conta no Twitter, o dramaturgo comparou a medida do governo de Jair Bolsonaro (PSL) com a perseguição a gays na década de 1970, quando o Brasil vivia o período da ditadura militar.

Aguinaldo Silva apagou a mensagem no Twitter pouco depois de publicá-la - Reprodução/Twitter
Aguinaldo Silva apagou a mensagem no Twitter pouco depois de publicá-la
Imagem: Reprodução/Twitter

"Nós, gays e etc., teremos que nos esconder ou então correr da polícia de novo como acontecia na década de 70? É o que parece", escreveu o autor na manhã de hoje, ao compartilhar uma notícia que tratava da suspensão do edital.

Pouco depois de fazer a publicação, o autor apagou o tuíte, quando vários seguidores já tinham compartilhado a mensagem.