Topo

TV e Famosos


Kaysar Dadour relembra surra na Ucrânia: "Fraturas no corpo todo"

Globo
Imagem: Globo

Jontathan Pereira

Colaboração para o UOL

04/09/2019 08h00

Kaysar Dadour falou da situação de refugiado que o fez sair da Síria e vir parar no Brasil. O ex-BBB, que é destaque na novela Orfãos da Terra e está na atual edição da Dança dos Famosos, contou no Conversa com Bial de ontem um pouco do que passou.

"Minha casa é o mundo. Saí de lá em 2011, nunca mais voltei. Começaram manifestações na rua, a gente não estava acostumado a ver isso, foi ficando mais perigoso. Os países mais fáceis de eu chegar eram Ucrânia, Rússia ou Bielorrússia. Peguei o visto de estudante e fugi para a Ucrânia", explicou.

Lá, a vida não foi fácil. "Tinham preconceito contra mim, me prejudicou muito. Eu sou cristão, na Ucrânia tem muitas religiosidades. O povo é bom, mas tem muitos radicais. Na Síria o relacionamento é muito bom entre cristãos e muçulmanos, mas lá não aceitam. Tenho orgulho de ser cristão. Quando viram meu crucifixo, foi muito forte. Surra? Quem me dera. Tenho [fraturas] no corpo todo."

Kaysar decidiu vir para cá. "Queria fugir para e Europa. Do nada, antes de fugir, estava dormindo, parece que Deus me fez acordar. Pensei: 'tenho um primo no Brasil'. Liguei para a minha mãe, ela não sabe de nada, sempre achou que minha vida era maravilhosa. Cheguei, deu tudo certo, me acolheu muito bem."

Gravar a novela lhe trouxe sensações ruins no início. "Quando entrei no campo de refugiados, fiquei três dias com dor de cabeça. Quando entrava nas tendas, sentia a dor das pessoas. Lá não tem água, calor, não tem lugar para tomar banho, tratam igual a lixo."

As memórias ruins ele prefere guardar. "Até agora não me abri muito sobre minha vida pessoal, do que passei. Tenho cicatrizes que não quero abrir. Tenho medo, não quero que ninguém machuque minha família."

TV e Famosos