Topo

TV e Famosos


Ex de George Michael está vivendo na rua após ser expulso da casa do cantor

Fadi Fawaz e George Michael - Reprodução
Fadi Fawaz e George Michael Imagem: Reprodução

Colaboração para o UOL em São Paulo

14/09/2019 13h57

Fadi Fawaz, ex-companheiro do cantor George Michael, falecido em 2016, estaria vivendo nas ruas de Londres depois de deixar o hotel que vivia desde que foi expulso da mansão do cantor. De acordo com o tabloide Mirror, Fadi teria deixado o hotel na segunda-feira (9) e passado a morar nas ruas ao redor do estabelecimento.

Fadi foi deixado de fora do testamento de 97,6 milhões de libras de George Michael, o equivalente a quase R$ 500 milhões. Ele foi detido pela polícia em agosto depois de ter tentado quebrar parte da casa onde vivia com o cantor, em Londres. Desde então, segue sob investigação policial.

Twitter/Reprodução
Imagem: Twitter/Reprodução

Em um post, agora excluído do Facebook, obtido pelo tabloide The Sun, Fadi desabafa sobre George Michael e sua atual situação.

"George Michael, o ícone... Três anos depois e seus advogados não fizeram nada para me ajudar. Nos últimos dias, estou dormindo na rua ao invés de estar na minha casa", disse. "Eles levaram minhas chaves e agora dois meses depois, ainda não recebi nenhuma explicação e tive que viver num hotel. Que ícone barato era George Michael! Um viciado do car*lho esse George Michael", disparou.

Fadi e George Michael se conheceram em 2009 depois da separação de Kenny Goss. Desde a morte de George em 2016, Fadi continuou vivendo na mansão do cantor até julho.

Nem ele nem o outro companheiro do artista foram citados em seu testamento. As grandes beneficiárias da herança foram as irmãs de George, Yioda e Melanie, que dividiram igualmente entre si todos os seus bens e suas duas propriedades em Londres.

Mais TV e Famosos