Topo

Famosos


Caso Caroline Bittencourt: promotoria pede arquivamento de inquérito

Jorge Sestini, marido de Caroline Bittencourt, havia sido indiciado por homicídio culposo pela morte da esposa - Reprodução/Instagram
Jorge Sestini, marido de Caroline Bittencourt, havia sido indiciado por homicídio culposo pela morte da esposa Imagem: Reprodução/Instagram

do UOL, em São Paulo

18/09/2019 07h36

O Ministério Público solicitou o arquivamento do inquérito que acusa Jorge Sestini pela morte da esposa, a modelo Caroline Bittencourt, que aconteceu no final de abril.

Bittencourt morreu aos 37 anos durante um acidente enquanto passeava de barco com o marido no litoral norte de São Paulo.

Eles estavam na região de Ilhabela e, durante a tarde, foram surpreendidos com uma forte tempestade que atingiu o local. Sestini conseguiu se salvar após nadar por horas até a costa, mas a modelo, que também caiu no mar, desapareceu e foi encontrada horas depois em São Sebastião.

Dias após o acidente, Sestini foi indiciado pela polícia por homicídio culposo - quando não há intenção de matar. Na época, o delegado justificou a ação pelo fato de a modelo não estar usando colete salva-vidas na embarcação.

Segundo o jornal Agora, no entanto, o MP entendeu no fim de agosto que o empresário não pode ser acusado pelo crime.

"Por fim, ainda que reconhecêssemos que o investigado teria laborado de forma imprudente, seria o caso de reconhecimento do perdão judicial, eis que as consequências que atingiram o investigado [morte da esposa] se revelam mais danosas do que eventual sanção penal imposta", aponta parte do documento que foi assinado pela promotora Janine Rodrigues de Sousa Baldomero.