Topo

Famosos


Casados, repórteres da Globo participam de Parada LGBTI+ no Rio

Sob chuva, repórteres da Globo celebram Parada LGBTI+ no Rio - Reprodução/Instagram
Sob chuva, repórteres da Globo celebram Parada LGBTI+ no Rio Imagem: Reprodução/Instagram

Do UOL, em São Paulo

22/09/2019 17h53

Juntos há cerca de 6 anos, os repórteres Pedro Figueiredo e Erick Rianelli celebraram a Parada LGBTI+ realizada sob chuva em Copacabana, zona sul do Rio, hoje à tarde.

"Não tem chuva capaz de apagar nosso brilho e nossas cores. Hoje foi dia de celebrar a diversidade com muito orgulho", escreveu Figueiredo, em seu perfil no Instagram.

Figueiredo e Rianelli se conheceram na faculdade, estão juntos há seis anos e casados desde maio do ano passado.

Pedro Figueiredo ganhou destaque na emissora após cobrir os atentados que aconteceram em Barcelona, na Espanha (em agosto de 2017), e em janeiro foi surpreendido com um gato em uma moto durante uma reportagem. Já Rianelli tem feito mais coberturas pelo canal de notícias GloboNews.

Festa teve protesto contra Crivella

Neste domingo (22), a 24ª Parada do Orgulho LGBTI+, na orla de Copacabana, começou com um 'beijaço' e sob gritos dos participantes: "Eu beijo ele, eu beijo ela, eu só não beijo o Crivella".

O beijo coletivo foi um protesto contra o prefeito do Rio, Marcelo Crivella, que neste mês mandou recolher, na Bienal do Livro, uma história em quadrinhos em que aparecia uma imagem de dois personagens homens se beijando.

O tema desta edição da Parada é "Pela democracia, liberdade e direitos: ontem, hoje e sempre". A festa, prevista para 14h30, começou com uma hora de atraso. A expectativa é de reunir um milhão de pessoas no evento, que tem a cantora Pabllo Vittar como a atração principal.