PUBLICIDADE
Topo

Elizângela entra em A Dona do Pedaço e relembra drama: "Muitas perdas"

A atriz Elizangela entra em breve em A Dona do Pedaço intepretando a personagem Carmelinda - Marília Carvalho/TV Globo
A atriz Elizangela entra em breve em A Dona do Pedaço intepretando a personagem Carmelinda Imagem: Marília Carvalho/TV Globo

Marcela Ribeiro

Do UOL, no Rio

26/09/2019 20h05

Elizângela entra em breve em A Dona do Pedaço para movimentar ainda mais a trama de Josiane (Agatha Moreira). Ela será Carmelinda, dona do cortiço em que a vilã vai morar depois de perder tudo.

"As pessoas me perguntam se serei a mãe da Jô, mas não tem nada disso. Ela é uma pessoa feliz, alegre, vira meio que confidente da Josiane. As paredes são finas todo mundo escuta tudo no prédio".

Sem entregar detalhes, a atriz diz que Carmelinda já teve uma vida duvidosa e se identifica com Josiane.

"Elas têm muito a ver. Não acho que ela venha dar lição nenhuma, ela vai ajudar a incrementar a situação da Jô, vai dar linha na pipa", conta.

Apesar da longa experiência profissional, a atriz admite que sente um frio na barriga na estreia e ainda é mais difícil entrar em uma novela que caminha para a reta final.

"É um socorro, um pelo amor de Deus. Você chega e a insegurança é a mesma, não tem diferença. Você chega e já encontra todo mundo tão azeitado. Pra você se encaixar nessa situação e entrar no mesmo pique, não é simples".

Até o momento, Elizângela ainda não cruzou com Juliana Paes nos bastidores da novela. As duas viveram mãe e filha em A Força do Querer (2017), novela que traz lembranças de momentos difíceis na vida pessoal da atriz.

"Quase fiquei hospitalizada durante a novela. Fiquei em pé com muito corticoide na veia. Tive um problema de brônquios muito sério. Trabalhei com enfermeira do lado fazendo nebulização, com muito antibiótico", lembrou.

"Muitas coisas aconteceram durante A Força do Querer. Perdi minha netinha, minha filha estava grávida de cinco meses. Minha mãe faleceu na época da novela, foram muitas coisas", completou.

Elizângela diz que gravar a novela, onde interpretou a mãe de Bibi Perigosa era extremos de alegrias e tristezas. "Tive muitas perdas na vida pessoal e alegria de trabalho. Fiquei muito inchada de corticoide. Fiquei uma semana sem gravar. Só me pegavam e levavam para o hospital para fazer o tratamento", conclui ela.