Topo

Televisão


Geisy Arruda fala dos 10 anos do bullying por vestido: "Ainda choro muito"

Geisy Arruda fala sobre episódio em faculdade - Beatriz Nadler/SBT
Geisy Arruda fala sobre episódio em faculdade Imagem: Beatriz Nadler/SBT

Colaboração para o UOL, em São Paulo

14/10/2019 23h53

Geisy Arruda recordou no Superpop de hoje o episódio que a tornou conhecida, há dez anos: o bullying na faculdade de turismo por conta do vestido rosa que usava. Ela conta como lida ao lembrar da situação.

"Ainda choro muito. Esse mês, como faz dez anos, é sempre muito triste lembrar. Todo mundo me vê descontraída, mas é a grande mágoa da minha vida. Até hoje tenho que lidar diariamente, não tem como esquecer. Me magoa, por mais que hoje eu tenha uma estrutura psicológica e familiar", desabafa.

Porém, Geisy afirma que não se deixa abater. "Não tenho nem vocação para ser coitada. A gente tem que ter orgulho. Se tivesse que acontecer, ia ser com uma saia jeans, qualquer roupa. Tinha que acontecer comigo e o mérito é todo meu", orgulha-se, garantindo que "nunca quis ser famosa".

Ela revela uma artimanha no início, para se manter em evidência. "No começo eu não tinha assessoria, usava um codinome Jennifer e me divulgava. Pautei um Arquivo Confidencial inteiro para um programa da Record que não existe mais, e chegou no dia eu não conseguia chorar".

Televisão