Topo

Televisão


Ceribelli mostrará o que jovens fazem longe dos pais: "Já passei por isso"

Renata Ceribelli comanda o Meu Filho Nunca Faria Isso, no Fantástico - Globo/João Cotta
Renata Ceribelli comanda o Meu Filho Nunca Faria Isso, no Fantástico Imagem: Globo/João Cotta

Guilherme Machado

Do UOL, em São Palo

20/10/2019 04h00

Adolescentes interagem alegremente com outros jovens que acabaram de conhecer. Um deles, que bebe durante todo o papo, oferece uma carona. E se fossem seus filhos? A situação, armada, estará na estreia de Meu Filho Nunca Faria Isso, novo quadro do Fantástico comandado por Renata Ceribelli.

No formato, importado da rede americana NBC, os pais acompanham de longe, junto com a jornalista, toda a situação e tentam adivinhar qual será a reação. Para provocar as situações complexas nos filhos adolescentes, atores contratados.

"Já passei por tudo isso, meus filhos estão com 29 anos", comenta Renata, que celebra estar à frente de mais um novo quadro sobre comportamento.

"Acho que estou no Fantástico há muitos anos porque tenho oportunidade de fazer coisas muitos diferentes. Existe essa versatilidade, mas acho que meu foco é comportamento, seja na matéria séria, ou na matéria de aventura", afirma ela, que já apresentou de série sobre sexo a aventuras pelo mundo, passando por coberturas densas como o assassinato da vereadora Marielle Franco, pela qual foi indicada ao Emmy Internacional.

Para Renata, o debate provocado entre pais e filhos é o elemento mais importante da nova atração.

"'Eu nunca conversei sobre isso com meu filho', eles dizem. Os pais fazem essa reflexão. A impressão que tive muitas vezes é que os pais acham que está dito. Às vezes os pais ditam as regras, mas não conversam sobre elas".

Nos próximos domingos, Renata e os pais dos adolescentes assistirão, em uma van, o comportamento dos jovens diante de uma série de assuntos espinhosos, como assédio e bullying. A jornalista ressalta que todo o cuidado foi tomado para não expor os adolescentes.

"A gente toma muito cuidado. É sempre com a concordância deles que vai para o ar, e o que a gente teve de resultado é que eles gostaram. Na verdade, a nossa ideia é muito mais provocar a discussão entre pais e filhos, levar essa discussão para quem está assistindo ", explica.

Mesmo já tendo passado pela experiência pessoal de ser mãe de adolescentes e com uma extensa carreira no jornalismo, Renata afirma ter se surpreendido com a experiência.

"Uma coisa que me chamou atenção é a rapidez com que eles se entrosam. A gente coloca ali quatro adolescentes e em 10 minutos eles são melhores amigos. O comportamento é de grupo", conta.

Apresentadora do rodízio da atração, a repórter também diz não ter uma atividade de preferência na televisão.

"Tenho necessidade de estar sempre fazendo uma coisa diferente, preciso me aventurar em coisas novas. Sou de uma geração na televisão em que mulher só usava terninho para se afirmar perante o repórter, que era homem. Trabalhei com todos os tipos de tecnologia. Sou muito fascinada pelas mudanças na comunicação, estou sempre tentando me aproveitar delas".

Televisão