Topo

Televisão


"Foi opção minha trocar o sucesso pelo vício", diz Rafael Ilha

Rafael Ilha - Reprodução/RecordTV
Rafael Ilha Imagem: Reprodução/RecordTV

Colaboração para o UOL

11/11/2019 23h35

Rafael Ilha comentou os tempos de fama e dependência química no Superpop de hoje. O ex-Polegar, que começou a carreira artística aos 9 anos, lembra do assédio do público e não associa a entrada no mundo das drogas ao sucesso que fazia.

"Não podia nem andar em shopping, entrava e daqui a pouco começava confusão, eu tinha que ser retirado do shopping. Eu tinha 13 anos, achava legal, é a recompensa pelo que você busca. Desde os 9 anos lido com a televisão de forma muito profissional", acredita.

"Nunca ligo meus problemas de droga-dependência com o sucesso, foi devido às más companhias e curiosidade. Quando entrei nas drogas já era muito famoso, permaneci muito tempo como droga-dependente fazendo sucesso. Foi uma opção minha inclusive trocar o meu sucesso, o meu trabalho, pelo meu vício. Naquele momento, doente, foi minha opção", avalia Ilha.

* * *

Ouça o podcast UOL Vê TV, a mesa-redonda sobre televisão com os colunistas Chico Barney, Flávio Ricco e Mauricio Stycer. Os podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e outras plataformas de áudio.

Televisão