PUBLICIDADE
Topo

Famosos


Geisy "vira" ninfeta com sexo no cemitério, orgia e orgasmos múltiplos

Pedro Bayo/Cauê Garcia/Divulgação
Imagem: Pedro Bayo/Cauê Garcia/Divulgação

Felipe Pinheiro

Do UOL, em São Paulo

11/12/2019 04h00

Resumo da notícia

  • Geisy Arruda lança o seu primeiro livro de contos eróticos, O Prazer da Vingança, disponível somente online
  • A obra traz a história de Gisele, uma jovem que resolveu se vingar do marido após uma traição
  • A autora mesclou experiências reais com outras fictícias nos 11 contos que completam o livro
  • Sexo no cemitério, orgia com três homens e strip-tease na internet são algumas das histórias

Quem é Geisy e quem é Gisele? Em sua primeira incursão pelo universo da literatura erótica, Geisy Arruda se apropriou de uma personagem para narrar algumas experiências sexuais que ela mesma vivenciou. Sem a pretensão de escrever uma biografia, a autora mesclou ficção com fatos reais em O Prazer da Vingança, disponível apenas em versão digital.

Ao UOL, ela preferiu manter o mistério pois diz que perde a graça levar tudo tão a pé da letra, mas confirmou que a maioria das passagens possui um elo com a realidade.

Na jornada da anti-heroína, escrita em primeira pessoa, uma professora da rede pública descobre ter sido traída pelo marido — o único homem com quem havia transado até então. Após se masturbar debaixo do chuveiro, Gisele inicia um plano de vingança que consiste em uma sequência de descobertas sexuais.

Relação com o vizinho sarado, orgia com mais três homens, sexo lésbico e a materialização de muitas fantasias eróticas fazem parte da aventura da protagonista. A seguir, conheça um pouco mais sobre Gisele, ou, por que não, de Geisy Arruda, em O Prazer da Vingança:

Amarrada e orgasmos múltiplos

As ilustrações do livro têm como modelo a própria autora, que realizou ensaios para lá de picantes. No mais polêmico deles, ela aparece amarrada de lingerie, nas fotos que ilustram o conto Amarras do Prazer. Após mostrar as imagens em suas redes sociais, Geisy contou ter perdido mais de 10 mil seguidores, que teriam se impressionado com o "conteúdo forte".

No conto, o décimo do livro, Gisele aceita o convite para ser modelo de uma cena de Shibari, uma técnica sadomasoquista, e vai até o estúdio de um amigo. A professora é amordaçada e tem os olhos vendados antes de se entregar ao parceiro sexual, ao qual ela se refere como seu dono.

Submissão, medo e um bocado de coragem são algumas das palavras descritas pela personagem, que ao fim do ato, ainda enquanto é desamarrada, tem uma verdadeira catarse de prazer com orgasmos múltiplos.

"A mordaça não me permitia dizer nada, porém, com tanto prazer e tesão explodindo dentro de mim, gemer era o que melhor expressava as minhas sensações", diz um dos trechos mais leves do conto.

Geisy Arruda faz ensaio amarrada para o seu livro de contos eróticos - Reprodução/Instagram
Geisy Arruda faz ensaio amarrada para o seu livro de contos eróticos
Imagem: Reprodução/Instagram

Sexo na lápide

Um dos atos sexuais mais excêntricos praticados por Gisele acontece em um cemitério, mais precisamente no velório do avô. Ela reencontra um primo que não via desde a infância. No reencontro, a personagem deixa cair o terço e o rapaz, de corpo másculo e braços enormes, rapidamente pega o item religioso para ela.

Com a desculpa de irem até a padaria, os dois praticam sexo oral no carro até que são interrompidos pela ligação da tia. De volta ao velório, eles encontram um lugar para terminar o que já haviam começado: em frente a um mausoléu.

"O receio de chegar o coveiro ou até mesmo um convidado do velório tornava cada bombada o pecado mais gostoso que eu já havia experimentado", conclui a professora.

Strip-tease na web

Reprodução/ Instagram
Imagem: Reprodução/ Instagram
Ser uma cam girl, uma espécie de stripper na internet, é uma entre as várias descobertas sexuais de Gisele. Em Celebridade na Web, a jovem realiza shows de strip tease e fantasias eróticas em troca de tokens, a moeda virtual.

Com o apelido de "ninfeta no cio", a professora faz a alegria dos caras, os seus "escravos", como ela as chama, realizando os seus desejos secretos e matando as suas curiosidades.

A stripper também carrega um consolo, apelidado de Jorjão — o nome do vizinho com quem ela realizou a sua primeira transa após descobrir a traição do marido. O caso que mais chama atenção do conto é com um empresário, que tem fetiche por usar as lingeries da esposa. Os dois acabam saindo do mundo virtual e a relação pega fogo.

Orgia no motel

Reprodução/Instagram
Imagem: Reprodução/Instagram
A fantasia de ir para a cama com três homens ao mesmo tempo se torna realidade no conto "1 é pouco, 2 é bom e 3 é demais". Em um barzinho na Vila Madalena, Gisele dá em cima de um loiro alto, que está com mais dois amigos, sendo um negro e o outro japonês.

A noite termina com os três em um quarto de motel, onde a pegação é tão quente a ponto de deixar qualquer momento do De Férias com Ex: Brasil parecer uma cena romântica da novela das nove. "Em um rodízio de vadia, eu era o prato principal", narra.

Geisy Arruda publica vídeo tomando banho

UOL Entretenimento

Famosos