PUBLICIDADE
Topo

Ex-apresentadora da ESPN se torna a voz do metrô de São Paulo

Juliana é a nova voz do metrô - Acervo Pessoal
Juliana é a nova voz do metrô Imagem: Acervo Pessoal

Leandro Carneiro

Do UOL, em São Paulo

24/01/2020 12h00

Próxima estação: Sé, desembarque pelo lado esquerdo do trem. Quem anda pelo metrô em São Paulo já estava acostumado a escutar uma voz diariamente, mas ela mudou recentemente. Agora, Ana Martins dá lugar para Juliana Veiga, que fez sucesso na ESPN por sete anos, inclusive apresentando o Bola de Prata e o Sportscenter.

O processo seletivo para Juliana se tornar a voz do metrô começou há um ano, pouco antes de ela anunciar que estava deixando os canais do grupo Disney.

"Em fevereiro do ano passado, uma produtora me ligou falando que ia mudar a voz. Fizeram uma seleção e escolheram a minha e uma bem mais jovem. Após várias gravações, minha voz foi definida, após pesquisa de campo na catraca e dentro do vagão", falou Juliana ao UOL.

"Pessoal levava tablet com fone, pediam para usuário para falar qual voz gostava mais. Seleção foi com cliente e o público. Ganhei com porcentagem bem alta. Fui selecionada a voz", completou.

De acordo com a jornalista, ela é responsável por fazer as vozes que anunciam as informações internas, as estações, o lado das saídas e outras pequenas informações no metrô, exceto na linha amarela. Ela considera o trabalho mais importante de sua vida, já que se comunica com muitas pessoas diariamente.

"Última ficou durante 25 anos. É o maior trabalho da minha vida e o mais importante, falo diariamente para quatro milhões de pessoas", finalizou.

O acordo de Juliana com o Metrô tem validade de três anos, mas o vínculo tem possibilidade de renovação. Ela tem feito também trabalhos de locução em publicidade.

Juliana tem alguns projetos que pode estrear em televisão em breve, mas o acordo segue em sigilo.

Televisão