PUBLICIDADE
Topo

Luisa Mell se revolta com conversa sobre zoofilia no BBB20

Luisa Mell e Mari Gonzalez (Foto: Reprodução/Instagram) - Luisa Mell e Mari Gonzalez (Foto: Reprodução/Instagram)
Luisa Mell e Mari Gonzalez (Foto: Reprodução/Instagram) Imagem: Luisa Mell e Mari Gonzalez (Foto: Reprodução/Instagram)

Do UOL, em São Paulo

27/01/2020 15h18

Uma conversa sobre zoofilia entre Mari Gonzalez e Felipe Prior, que aconteceu na tarde de ontem no BBB20, causou revolta na internet. E entre os discursos indignados, esteve o da apresentadora e ativista Luisa Mell.

Durante a conversa que causou a polêmica, Mari afirmou que existe gente que "sente tesão" por animais. E a influenciadora digital continuou: "Está tudo bem se quiserem", referindo-se às pessoas que têm relações sexuais com bichos. Concordando, Felipe relatou um caso: "Os peões da obra em que trabalho já falaram que no Nordeste isso (zoofilia) é normal. O meu funcionário comia cabra. Ele conta".

Por meio de suas redes sociais, Luisa esclareceu que o ato não deve ser normalizado como aconteceu no diálogo, porque é impossível existir consentimento no ato.

"Tive que assistir para acreditar que a participante do BBB 20 Mari Gonzales foi capaz de dizer: 'Quer comer (no sentido de ter relações sexuais) um animal. Pra mim tudo bem. Tá mara'. É inacreditável e inaceitável que tratem zoofilia desta maneira em rede nacional", disse em seu perfil oficial no Instagram.

"Vocês não tem ideia das feridas, dos machucados que já tive o desprazer de ver nas vaginas de cadelas vítimas de estupro. Não existe sexo com animais, assim como não existe sexo com crianças! É sempre abuso, violência, estupro? É vergonhoso, é criminoso. Infelizmente muitos animais chegam a óbito depois de ser vítima desta atrocidade. Mari Gonzalez, onde isto é mara?!?! Onde isto é aceitável? Vergonha!", completou.

Compartilhando do pensamento de Luisa Mell, o delegado e deputado estadual Bruno Lima (PSL-SP), de São Paulo, afirmou que pretende acionar o Ministério Público do Rio de Janeiro para apurar o diálogo que aconteceu na casa do BBB20.

"Após esse triste episódio do BBB20, em que batem um papo sobre zoofilia, nossa equipe está estudando as medidas legais do que podemos fazer para não ficarmos só na teoria. Provavelmente vamos fazer uma representação no Ministério Público do Rio de Janeiro para apurarem os fatos. Zoofilia é crime, não é normal. Queria vê-los fazendo resgate de animal estuprado e falarem que é normal", disse Lima no Instagram. A publicação, porém, foi excluída pelas políticas de conduta da rede social.

Em outro post, ele voltou a escrever: "Já realizei milhares de resgates, dentre eles, de animais abusados sexualmente como essa cadelinha da foto. É triste demais o estado do animal após agressão, ficam totalmente coagidos e muito machucados! Zoofilia JAMAIS SERÁ NORMAL".

Especial BBB20