PUBLICIDADE
Topo

Televisão


Vera Magalhães aponta ameaça em post de bolsonarista; mulher se desculpa

Vera Magalhães - Divulgação/TV Cultura
Vera Magalhães Imagem: Divulgação/TV Cultura

Do UOL, em São Paulo

28/01/2020 17h43

A jornalista Vera Magalhães, apresentadora do programa "Roda Viva", da TV Cultura, apontou ameaça aos seus filhos em post de bolsonarista publicado nas redes sociais, na tarde de hoje.

Vera Magalhães aponta ameaça em post de bolsonarista - Reprodução/Twitter
Vera Magalhães aponta ameaça em post de bolsonarista
Imagem: Reprodução/Twitter

Na mensagem, a mulher, que se identifica como Sibele Guimarães Chaves, chama Vera Magalhães de "nojenta", pede para que ela tome cuidado e cita os seus filhos.

"Você é nojenta, como ser humano. Você deve estar no limbo. Não posso e nem devo julgá-la, mas, para mim, não tenho empatia nenhuma com suas atitudes. Repense suas atitudes, até como profissional. Você tem filhos. Cuidado. Só um dica", escreveu, em tom agressivo.

Em seguida, Vera reage. "Uma 'cristã' e 'patriota' diz que está me dando 'dica' para eu ter cuidado, pois tenho filhos. Hey, Twitter, isso não é ameaça? Pode?", questionou a jornalista.

A seguidora insiste nos xingamentos à apresentadora: "Burra, eu vou explicar pra você. Na minha idade, aprendi que eu tenho que tomar muito cuidado com minhas atitudes. Meus filhos herdam meu legado e, junto com ele, as 'consequências'. Imbecil", escreveu ela.

Após a repercussão negativa, a seguidora recuou, apagou a primeira publicação e pediu desculpas. "Peço desculpas pelo meu modo exaltado. Nunca me referi aos seus filhos em tom de ameaça, jamais faria isso", garantiu.

Em sua página, a internauta mantém foto com o logo do Aliança pelo Brasil, novo partido que Bolsonaro pretende criar ainda em 2020, e em quase todos os posts no Twitter são sobre feitos do governo federal ou críticas à oposição.

Nova apresentadora do "Roda Viva", Vera Magalhães assumiu o posto no início de janeiro, no lugar de Daniela Lima, contratada da CNN Brasil. Frequentemente, tem sofrido ataques de bolsonaristas, como o filósofo Olavo de Carvalho e o deputado federal Eduardo Bolsonaro.

Televisão