PUBLICIDADE
Topo

Fátima Bernardes defende jornalista da Folha de acusação 'absurda' em CPMI

Reprodução/TV Globo
Imagem: Reprodução/TV Globo

Do UOL, em São Paulo

12/02/2020 11h46

A apresentadora Fátima Bernardes defendeu a jornalista da Folha de S.Paulo Patrícia Campos Mello, que foi acusada durante a CPMI das Fake News de ter negociado favores sexuais em troca de informações durante a produção de uma reportagem para o jornal.

Durante o programa que apresenta na TV Globo, o encontro, Fátima apontou machismo nas acusações. No quadro em que mostra uma nuvem de palavras, com os termos mais citados nas redes sociais, alguns deles eram Folha e CPMI.

"Isso por conta da repercussão do depoimento ontem da CPMI das Fake News, do ex-funcionário de uma agência de marketing digital. Hans River do Rio Nascimento acusou uma repórter da Folha de S.Paulo de ter se insinuado sexualmente para ele, em troca de informações. A Folha rebateu as acusações e publicou documentos que comprovam a correção das reportagens e da conduta da jornalista", detalhou Fátima.

"Hans River pode ser indiciado por mentir à CPMI, crime com pena de 2 a 4 anos de prisão", acrescentou ela, num trecho editorial, antes de dar sua opinião:

"É muito curioso, porque se fosse um homem sendo o repórter dessa matéria, dessa entrevista, ele não usaria esse tipo de argumento. Então, muitos jornalistas, homens e mulheres, estão se manifestando em apoio e solidariedade à repórter da Folha por essa acusação absurda."

O depoimento de Hans aconteceu ontem. Patrícia Campos Mello foi uma das autoras da reportagem sobre o uso fraudulento de nomes e CPFs para permitir o disparo de mensagens.

"Quando eu cheguei na Folha de S.Paulo, quando ela [repórter] escutou a negativa, o distrato que eu dei e deixei claro que não fazia parte do meu interesse, a pessoa querer um determinado tipo de matéria a troco de sexo, que não era a minha intenção, que a minha intenção era ser ouvido a respeito do meu livro, entendeu?", disse Hans no Congresso. A Folha definiu a acusação como mentira e um insulto a Patrícia.

Televisão