PUBLICIDADE
Topo

Famosos


E. Costa ironiza Cid em post de Bolsonaro: "Era só uma pegadinha contra PM"

Senador Cid Gomes (PDT) foi baleado em Sobral - Reprodução
Senador Cid Gomes (PDT) foi baleado em Sobral Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

20/02/2020 22h02

O cantor Eduardo Costa comentou hoje à noite um post no Instagram de Jair Bolsonaro (sem partido), em que o presidente diz que a Globo atribuiu a ele a culpa pelo incidente com o senador Cid Gomes.

O artista afirmou, em tom irônico, que "certeza que ele não queria assassinar ninguém" e que "era só uma pegadinha contra os policiais". O sertanejo também pediu, de forma irônica ainda, que Bolsonaro pare de incentivar a violência contra "vagabundo, estuprador, assassino, ladrão, que são vítima da sociedade".

"Acho que esse trator saiu do seu condomínio presidente. Tenho certeza que esses jornalistas têm até vídeo de algum de vocês pilotando esse trator. E o papa depois dessa vai com certeza canonizar o santo motorista do trator", escreveu o cantor.

"Lembrando que com certeza ele não queria assassinar ninguém, era só uma pegadinha contra os policiais que estão errados em tentar matar alguém que não queria matá-los eles com um trator. E o senhor, presidente, vê se para de incentivar a violência de polícia contra vagabundo, estuprador, assassino, ladrão, que são vítimas da sociedade, entendeu? É para rir ou para chorar"", completou.

Entenda o caso

O senador foi baleado ontem à tarde em Sobral, no interior do Ceará, em meio a um protesto de policiais militares. O político pilotava uma retroescavadeira e tentava furar o bloqueio de policiais que reivindicam aumento salarial.

O senador foi transferido para a Santa Casa de Misericórdia de Sobral no início da noite de ontem. Segundo a assessoria do Hospital do Coração de Sobral, para onde Cid foi levado inicialmente, o senador foi atingido por dois projéteis: um entrou na clavícula e saiu e outro o atingiu no pulmão esquerdo.

Cid deixou na manhã de hoje a UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital do Coração. No começo da tarde, ele foi transferido para outra unidade de saúde em Fortaleza.

Em boletim médico, o Hospital Coração informou que Cid Gomes deu entrada na unidade vítima de ferimento por arma de fogo no hemitórax esquerdo. "Após atendimento inicial, seu estado evoluiu sem intercorrência, mantendo-se estável e com padrão respiratório normal".

Diante do quadro, o hospital informou que o senador não necessitava mais dos cuidados de terapia intensiva e teve alta para a enfermaria.

Também na manhã de hoje, o Hospital do Coração postou um vídeo de Cid Gomes agradecendo à equipe médica pelos cuidados e sem citar o episódio.

"Depois de extraordinários cuidados médicos que salvaram a minha vida, quero agradecer a toda a equipe médica do Hospital do Coração de Sobral", disse. "Eu já saio daqui sem necessidade de cuidados intensivos, já posso ser transferido para um quarto".

Horas depois de deixar a UTI em Sobral, Cid Gomes chegou ao Hospital Monte Klinikum, na capital cearense. Lá, ele foi recebido pelo governador Camilo Santana (PT) e o prefeito Roberto Cláudio (PDT).

Famosos