PUBLICIDADE
Topo

Thiago Fragoso diz que filho já sofreu 'ataques' por ter pais artistas

Thiago Fragoso é Alan em "Salve-se Quem Puder" - João Miguel Júnior/Globo
Thiago Fragoso é Alan em "Salve-se Quem Puder" Imagem: João Miguel Júnior/Globo

Marcela Ribeiro

Do UOL, no Rio

21/02/2020 04h00

No ar em "Salve-Se Quem Puder", Thiago Fragoso vive o advogado viúvo Alan, pai de três filhos adotivos: Tarantino (Daniel Rangel), Queen (Alice Palmar) e Mosquito (Ygor Marçal). Nos próximos capítulos o filho caçula sofrerá bullying na escola por conta do cabelo. Na vida real, o ator, pai de Benjamin, 9 anos, diz que o garoto também já enfrentou problemas na escola.

"Meu filho é filho de artista. Hoje em dia a gente tem infelizmente sofrido uns ataques da nossa classe, o que é meio esquisito porque a gente trabalha para o público. Meu filho já passou por várias situações e ele consegue ele mesmo se defender a maior parte das vezes, mas tem muita conversa em casa também. Quando a gente percebe que ele está muito caladinho, a gente começa a investigar. É um assunto que é muito importante ser abordado", conta Fragoso, que terá mais um filho em breve. Martin, o caçula, fruto da união com a atriz Mariana Vaz, deve nascer em maio.

Pela primeira vez, Benjamin tem assistido o pai em novela. "Ele nunca tinha visto nenhuma novela que eu tenha feito, essa eu tenho mostrado para ele. É engraçado porque o Benjamin não gosta de ver nenhuma cena de beijo, ele fecha o olho ou vira para o lado".

Em "Salve-se Quem Puder", o envolvimento de Cleide/Kyra (Vitória Strada) com Alan vai trazer mais alegria na vida do advogado, que possui uma rotina puxada com os filhos, trabalho e cuidados com o avô Ignácio (Otávio Augusto). A jovem que começou a trabalhar como babá para os filhos dele está sofrendo um bocado com as armações das crianças.

"Sempre torço pelo casal, acho muito genuíno. A Kyra é engraçada, atrapalhada, e ele entra um pouco nessa onda. Esse clima de comédia romântica é muito legal, curto muito esse tipo de gênero", comemora Fragoso.

O ator admite só ter achado estranho seu par romântico ser mais jovem que seu filho da ficção. Vitória Strada tem 23 anos e Daniel Rangel, que faz seu filho mais velho, tem 24 anos.

"Meu filho é mais velho que meu par romântico, acho bem louco, nunca aconteceu comigo. Acho um barato os shippers, me emociona, já criaram o 'Alyra', tento retribuir esse carinho dos fãs. São pessoas que estão todo dia vendo de coração aberto e têm uma sensibilidade muito bacana", diz ele, que é só elogios para sua parceira de elenco.

"A Vitória é atriz médium, ela incorpora a personagem, é muito divertida, tenho achado engraçado. É uma atriz que tem uma carreira meteórica. Acho um barato ver o desenvolvimento dela".

Salve-se quem puder