PUBLICIDADE
Topo

Débora Nascimento se isola em SP após sintomas e espera resultado de teste

Do UOL, em São Paulo

18/03/2020 15h35

Resumo da notícia

  • Débora Nascimento está em quarentena em São Paulo
  • Atriz sentiu sintomas de gripe após se isolar longe da filha no RJ
  • Com piora, Nascimento foi a hospital e fez teste para coronavírus
  • Em vídeo, ela explicou que ainda está esperando o resultado

Débora Nascimento está isolada em São Paulo após sentir sintomas como falta de ar, febre e tosse. A atriz contou aos seguidores no Instagram que já procurou um hospital, fez teste e aguarda o resultado para confirmar se está com o novo coronavírus.

Nascimento disse nos Stories do Instagram que, inicialmente, decidiu fazer "quarentena" simplesmente por ser "uma pessoa consciente e privilegiada de poder se afastar e ficar em casa". No entanto, após, os primeiros dias, os sintomas de gripe vieram.

"Gripe normal, como todo mundo sente, sabe? Como todo mundo já teve. Então pensei: 'Opa, não vou conseguir para o Rio com essa gripe, porque não posso, nem que seja uma gripe normal, infectar as pessoas ao redor. Muito menos a minha neném de dois anos. que está me esperando lá'", contou.

A atriz decidiu então esperar os sintomas passarem antes de viajar — no entanto, ao invés de sumirem, eles ficaram cada vez mais intensos. "Ontem eu fui para o hospital, para fazer exame, porque a vontade de ir para o Rio [era grande]. Precisava saber se era gripe ou se não era", continuou.

"Aí eu fui isolada completamente de todo mundo que estava no hospital, e fizeram o exame. É importante lembrar que o vírus é passado muito de gente que não tem sintoma, ou tem sintomas leves. Então a gente realmente tem que pensar na quarentena, no isolamento", disse ainda.

"Então eu não vou sair de casa antes de saber o que eu tenho. E se for uma gripe, vou esperar essa gripe passar completamente para poder me locomover e ver minha filha", concluiu.

"Bronca" nos empresários

No meio da explicação, a atriz ainda criticou empregadores que não permitem que seus funcionários fiquem em casa.

"A gente tem que falar disso, porque romantizar a quarentena não é positivo para ninguém. A gente tem que realmente ter empatia e consciência de que grande parte da população não pode ficar em casa, não está conseguindo ficar em casa. E a locomoção até o trabalho é completamente precária, e os empregadores estão pouco se lixando", disse.

"Realmente, precisamos ter a consciência de que precisamos nos isolar e evitar aglomerações, todo mundo, então empregadores, liberem seus empregados. Se você é um trabalhador e não consegue não ficar em casa, tenha todo o cuidado, Cuide de você, cuide dos próximos", completou.