PUBLICIDADE
Topo

Carlos Vereza rompe com Bolsonaro em post: 'não dá mais, tirei o time'

Ramón Vasconcelos/Globo
Imagem: Ramón Vasconcelos/Globo

DO UOL, em São Paulo

04/04/2020 09h17

Um dos apoiadores do presidente Jair Bolsonaro durante os primeiros meses de governo, o ator Carlos Vereza anunciou, por meio de um post, um rompimento depois dos atritos entre o chefe do Executivo e o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

"Estava tentando defender Bolsonaro, não tanto por ele, mas pela normalidade das instituições. Mas ele desautorizar publicamente o ministro da saúde por ciúmes, não dá mais: tirei o time", escreveu no Facebook.

Depois, diante da repercussão, ele avisou que fecharia seu perfil para o público. "Não tomo essa decisão por cansaço. O que me motiva a escrever para poucas pessoas, é estar constatando a invasão de uma horda de bárbaros, quadrúpedes fanatizados, filhotes sectários formados pelo populismo do honesto mas egocêntrico Jair Messias Bolsonaro", escreveu.

Ao longo dos últimos dias, Vereza já havia feito críticas a Bolsonaro por causa de sua postura em relação à pandemia do novo coronavírus. O presidente defende um relaxamento no isolamento social, o que vai de encontro à postura do Ministério da Saúde e governadores.

"A mesma fritura de sempre: Bolsonaro agitando seus apoiadores radicais preparando para demitir Mandetta", disse em uma postagem.

" O número de mortes no país não está maior porque as pessoas estão se preservando em casa. Obrigado Mandetta", escreveu em outra.

Depois da repercussão, Vereza escreveu um longo texto explicando a sua posição. Veja o texto:

Reação na web

A posição de Carlos Vereza em relação ao Governo Bolsonaro repercutiu nas redes sociais. Confira:

Televisão