PUBLICIDADE
Topo

Repórter chora ao ouvir sino: "Lembrei de amigos que morreram da covid-19"

Repórter chora ao ouvir sino da igreja durante transmissão ao vivo - Reprodução/RTS
Repórter chora ao ouvir sino da igreja durante transmissão ao vivo Imagem: Reprodução/RTS

Do UOL, em São Paulo

05/04/2020 17h19

Um repórter não escondeu a emoção e chorou ao ouvir o barulho de sinos da igreja católica em homenagem às vítimas da covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus, durante transmissão ao vivo de um telejornal em Guayaquil, no Equador.

O jornalista Carlos Julio Gurumendi realizava uma transmissão para a rede equatoriana RTS, do lado de fora de uma igreja, quando os sinos começaram a tocar às 14h em ponto, para recordar as vítimas.

"Ouvir o toque dos sinos me lembrou meus pais, minhas irmãs, que não posso abraçá-los, ou daqueles amigos que morreram da covid-19", explicou Gurumendi ao programa "América Hoy", na sexta, em fala reproduzida pelo jornal "El Universo".

O Equador informou o registro de 3.465 casos de covid-19, incluindo 172 mortos, mas vive uma emergência sanitária, com imagens até mesmo de corpos nas ruas.

O vice-presidente do Equador, Otto Sonnenholzner, chegou a pedir desculpas pelas imagens de mortos em casas e ruas de Guayaquil, a mais atingida pela pandemia do novo coronavírus no país, que circularam pelo mundo.

"Esta semana sofremos uma forte deterioração da nossa imagem internacional. Vimos imagens que nunca deveriam ter acontecido e, por isso, como seu servidor público, eu lhes peço desculpas", afirmou Sonnenholzner, em pronunciamento de rádio e televisão.

Televisão