PUBLICIDADE
Topo

Famosos

Funcionários do palácio não gostavam de Meghan Markle, diz revista

De acordo com a revista New Yorker, Meghan Markle era considerada "arrogante" - Samir Hussein/WireImage
De acordo com a revista New Yorker, Meghan Markle era considerada 'arrogante' Imagem: Samir Hussein/WireImage

Do UOL, em São Paulo

13/04/2020 20h56

Um artigo publicado hoje na revista New Yorker detalhou a relação de Meghan Markle com os funcionários do Palácio de Buckingham, residência da rainha do Reino Unido.

De acordo com o texto, os funcionários consideraram Meghan "arrogante" antes mesmo do casamento e ficaram "menos atraídos pelas características que a tornavam irresistível para a imprensa: o brilho do showbiz, a autoconfiança e a assertividade feminista."

Camilla Tominey editora no jornal Daily Telegraph responsável por cobrir a família real por mais de uma década, a atriz não foi bem recebida por conta de um choque de culturas: "Ela veio do mundo das celebridades, onde tudo é muito rápido e exigente. O mundo da realeza é muito diferente — é bem devagar e muito hierárquico."

"Existe uma hierarquia de funcionários que estão no Palácio de Buckingham há anos e anos, servindo a Rainha e o país. Por isso, quando Harry e Meghan fizeram suas exigências, teve uma conversa por trás dos panos, tipo 'peraí, quem você pensa que é?'", explicou a editora.

No entanto, uma ressalva deve ser feita: tanto Meghan quanto Harry pareciam ter um relacionamento saudável e respeitoso com os funcionários do Frogmore Cottage, onde viviam desde 2019. Quando abdicaram de seus títulos reais, eles organizaram um almoço de despedida para todos.

Famosos