PUBLICIDADE
Topo

Anitta promete rebolar muito, mas que antes precisa falar de política

Colaboração para o UOL

13/05/2020 08h49

Anitta tem usado suas redes sociais para falar de política nos últimos dias. Na semana passada, ela discutiu com o deputado Felipe Carreras (PSB-PE) sobre a Medida Provisória 948, que segundo a cantora vai prejudicar artistas e compositores. E ontem, ela falou sobre outra emenda, que afetaria o meio ambiente se for aprovada.

Por conta disso, Anitta se manifestou sobre como seus seguidores têm reagido ao seu engajamento político. Nos Stories, disse que essas discussões são necessárias.

"Os fãs estão falando que estão de saco cheio que estou falando muito de política, que eles me seguem pra ver coisa legal. Amanhã, eu tô aí malhando de biquíni, bunda pro alto, eu rebolo, danço um funk para vocês, rebolo de biquíni. Mas, gente, é muito importante. A gente não pode fechar os olhos para as coisas que acontecem no nosso país. A gente tem esse poder de mudar e se eu consigo falar com tanta gente, acho que nada mais prudente do que usar essa visibilidade para uma parada importante", começou ela.

A cantora prometeu que continuará com suas publicações divertidas, mas que no momento é importante também focar em outros assuntos, pois o povo ainda tem o poder de mudar as coisas.

"Está inevitável, está preocupante nossa situação. Nada mais justo do que abrir mão um pouquinho dos momentos de diversão para olhar pra esses assuntos importantes, que a gente pode sofrer ou ganhar alguma coisa na vida com eles", completou ela.

Para finalizar, ela ainda disse que não tem medo de nenhuma ameaça: "Se alguém estiver pensando em me ameaçar, dá uma assistida no meu documentário, para ver que nada mais me assusta nesse mundo. Depois de tudo que passei para chegar aqui, não tem ameaça certa".

Nas últimas semanas, Anitta tem falado sobre a proposta de emenda na Medida Provisória n° 948, de 2020, do deputado Felipe Carrera, que prejudicaria o recolhimento dos direitos autorais de artistas e compositores. Além disso, ontem, ela falou sobre a Medida Provisória 910, que anistiaria crimes de invasão de terra pública praticados até o final de 2018.

Anitta fez diversas publicações para falar sobre isso, onde também explica que a proposta do governo Bolsonaro é premiar grileiro, o que incentiva o desmatamento ilegal. A votação da MP seria na terça-feira, mas foi suspensa e será analisada na próxima semana, possivelmente por meio de um projeto de lei - que está preocupando ainda mais a funkeira.