PUBLICIDADE
Topo

José Loreto diz que foi chamado de drogado ao usar insulina em restaurante

José Loreto: deixando barba e cabelo crescerem - Reprodução/ Instagram
José Loreto: deixando barba e cabelo crescerem Imagem: Reprodução/ Instagram

Colaboração para o UOL

14/05/2020 20h41

José Loreto, diagnosticado com diabetes do tipo 1 aos 14 anos, realizou uma live hoje para falar sobre a doença e desmistificá-la. Em conversa com sua médica, o ator disse que leva uma vida saudável e normal, mas contou sobre situações em que foi vítima da ignorância em relação à doença.

O ator defendeu que os diabéticos não devem ter vergonha de aplicar insulina em público, com o objetivo de naturalizar o ato. "Uma vez, eu estava tomando insulina em um restaurante, e o cara me olhou assim [e disse], 'Você é artista, né? Tomando injeção, tomando drogas?'. Eu disse, 'estou! Estou tomando insulina, preciso disso para viver. E você deveria ser mais razoável em vez de fazer uma pergunta tão petulante'".

"Quando eu fico com hipoglicemia, é como se eu estivesse bêbado sem beber. Você vai ficando grogue", explicou o ator. Em outra ocasião, uma aula de teatro, Loreto conta que teve hipoglicemia, e o professor acreditou que ele estava sob efeito de drogas. "Ele achou que estava debochando. Me arrastou pelo pé e me colocou para fora da sala", narrou o artista, que afirma já ter desculpado a pessoa.

"A gente pode tudo", defendeu o ator, ao dizer que pretende, um dia, viver um personagem "gordinho". "Eu queria viver o Chorão, que não tem um corpinho fit, é mais relaxado. Isso tomando insulina, com acompanhamento médico".

O ator confessa que até a faculdade tinha vergonha da doença e tomava insulina escondido. Hoje, no entanto, ele acredita que a doença o ajuda a ser mais organizado e consciente. "Ela requer que eu seja dedicado comigo, me obriga a ter atenção com a saúde. Se não fosse diabético, talvez estaria mais relapso com meu corpo, minha saúde e minha alimentação".